Publicidade

Estado de Minas NOVIDADE

Dirigimos o hatch nervosinho

Volkswagen apresenta o Polo GTS e Virtus GTS, versão esportiva equipada com motor 1.4 turbo de 150cv e câmbio automático de seis marchas, além de trazer discretos detalhes


postado em 28/09/2019 04:00 / atualizado em 27/09/2019 19:17

De Indaiatuba (SP)
 
(foto: volkswagen/divulgação)
(foto: volkswagen/divulgação)
 

Das 20 novidades que à Volkswagen prometeu lançar no mercado brasileiro até 2023, duas foram mostradas na Fazenda Capuava, no interior de São Paulo. Trata-se do Polo GTS e Virtus GTS, versão esportiva, que estarão à venda no mercado brasileiro no início de 2020. Os modelos terão o mesmo conjunto mecânico que equipa o T-Cross, composto pelo motor 1.4 TSI e o câmbio automático de seis velocidades. A Volkswagen ainda não revelou os preços, mas acredita-se que deverão começar acima dos R$ 90 mil.
 
A sigla GTS já havia sido usada no Passat e no Gol na década de 1980, e agora retorna com Polo e Virtus, como uma opção mais em conta do que a versão GTI, que é vendida na Europa. A ideia é ter uma opção esportiva com visual diferenciado, com detalhes exclusivos. Tanto o hatch quanto o sedã podem ser facilmente identificados pela faixa vermelha na base dos faróis com LEDs e luz diurna (DRL) de LED também. A grade tem desenho diferenciado, com entrada de ar tipo colmeia na parte inferior do para-choque. Os faróis de neblina contam com luzes direcionais em curvas.
 
Elemento na cor vermelha na base dos faróis identifica a versão apimentada(foto: volkswagen/divulgação)
Elemento na cor vermelha na base dos faróis identifica a versão apimentada (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
As rodas de liga leve pintadas de preto são calçadas com pneus 205/50 R17. A sigla GTS aparece nas laterais e na traseira. O hatch traz um defletor de ar na extremidade do teto, enquanto o sedã tem o mesmo elemento na tampa do porta-malas. No hatch, a saída dupla do escapamento confere um toque a mais de esportividade, mas esse recurso não foi usado no sedã. Nele, a saída do escape não fica aparente.
 
Na traseira do sedã, um pequeno defletor de ar dá toque de esportividade(foto: volkswagen/divulgação)
Na traseira do sedã, um pequeno defletor de ar dá toque de esportividade (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
Por dentro, os dois modelos não trazem muitas modificações. Detalhes em vermelho aparecem no painel, no console e na costura dos bancos e volante, revestidos em couro (os bancos trazem partes em tecido). Os bancos dianteiros têm desenho esportivo, mas o acabamento das unidades mostradas preserva o excesso de plástico duro nos painéis e portas. O painel de instrumentos digital forma um belo conjunto com o sistema multimídia com tela tátil, e o motorista tem informações da pressão do turbo, do óleo e da temperatura do motor, além de cronômetro para medir o 0 a 100km/h. Os modelos têm o interior todo com a predominância do preto, inclusive no teto. A princípio, as versões não terão teto solar.
 
Internamente, detalhes em vermelho e informações diferenciadas no painel(foto: volkswagen/divulgação)
Internamente, detalhes em vermelho e informações diferenciadas no painel (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
O motor que equipa Polo GTS e Virtus GTS é o 1.4 TSI, com turbo e injeção direta de combustível. São 150cv e 25,5kgfm de torque, com gasolina e etanol, que garante bom desempenho. O câmbio automático de seis marchas teve a calibragem modificada, com trocas feitas em giros mais altos. As mudanças de marchas podem ser feitas no próprio câmbio ou nas aletas atrás do volante. O sistema de freios conta com discos nas quatro rodas e mais o auxílio eletrônico. Os modelos trazem ainda o seletor de modos de condução: Eco, Normal, Sport e Individual. Controles de tração e estabilidade serão itens de série.
 
A VW revela que fez ajustes nas suspensões, modificando a calibragem dos amortecedores e usando um eixo traseiro mais rígido para proporcionar uma condução mais esportiva. A direção também recebeu nova calibragem, mais direta e precisa em velocidades elevadas. E os freios foram redimensionados para segurar a valentia dos hatch e sedã esportivos.
 
O motor 1.4 TSI, com turbo e injeção direta de combustível, despeja 150cv(foto: volkswagen/divulgação)
O motor 1.4 TSI, com turbo e injeção direta de combustível, despeja 150cv (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
DIRIGINDO Na pista da fazenda Capuava, a VW disponibilizou apenas o Polo para umas voltas rápidas. Mas foi o suficiente para perceber que o motor 1.4 proporciona diferença significativa em relação à opção do 1.0 TSI. O hatch tem realmente um comportamento esportivo, com respostas rápidas às acelerações. Com o seletor no modo Sport, o ronco do motor muda e fica ainda mais empolgante. Mesmo com pista molhada, o carro trafega com total segurança e não decepciona no desempenho. É uma opção interessante para quem quer ter um esportivo sem investir muito. Resta saber qual será o preço definido pela Volkswagen. Mas este detalhe nós só vamos saber no ano que vem.

(*) Jornalista viajou a convite 
da Volkswagen do Brasil
 
Os modelos tiveram as suspensões recalibradas para garantir segurança em curvas de alta velocidade(foto: volkswagen/divulgação)
Os modelos tiveram as suspensões recalibradas para garantir segurança em curvas de alta velocidade (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
 
As rodas de desenho esportivo são de 17 polegadas, calçadas com pneus na medida 205/50(foto: volkswagen/divulgação)
As rodas de desenho esportivo são de 17 polegadas, calçadas com pneus na medida 205/50 (foto: volkswagen/divulgação)
 
 
 
 


Publicidade