Publicidade

Estado de Minas AVALIAÇÃO

Testamos o Toyota Corolla Cross XRX Hybrid, versão híbrida do SUV médio

Modelo tem desempenho satisfatório e consumo de combustível baixo, e traz ampla lista de equipamentos de série e bom acabamento interno


30/10/2021 04:00 - atualizado 29/10/2021 23:34

Frente
TOYOTA COROLLA CROSS XRX HYBRID (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)


O Toyota Corolla Cross chegou ao mercado brasileiro com a difícil tarefa de enfrentar o líder Jeep Compass e o recém-chegado Volkswagen Taos, além de outros modelos que fazem volume no segmento dos SUVs médios. Testamos a versão híbrida, que tem potência combinada de 122cv, e que, por enquanto, surfa sozinha na onda, já que o Compass eletrificado ainda não foi lançado por aqui. O Corolla Cross Hybrid chama a atenção pela frente imponente, tem bom acabamento interno e ampla lista de equipamentos. Seu desempenho é satisfatório, sem ser empolgante, mas o baixo consumo de combustível é ponto favorável.
 
Frente
TOYOTA COROLLA CROSS XRX HYBRID (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Apesar de ter alguns detalhes no visual que fazem alusão ao estilo aventureiro, o Corolla Cross é um típico SUV médio urbano, com tração dianteira. Comparado ao sedã do qual herdou o nome, é menor no comprimento e na distância entre-eixos, mas é maior na largura e na altura. O porta-malas do Corolla também é maior, pois disponibiliza 470 litros de volume, contra 440 litros do SUV médio. Além disso, o sedã tem suspensão traseira independente multibraço, enquanto no Corolla Cross é com eixo de torção.
 
traseira
O sedã tem suspensão traseira independente multibraço, enquanto no Corolla Cross é com eixo de torção. (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

VISUAL A semelhança positiva que existe entre o sedã e o SUV é o estilo um pouco mais ousado, fugindo das linhas conservadoras que sempre pontuaram os modelos da marca. O Corolla Cross tem a frente imponente, com grade do tipo colmeia, pintada em preto brilhante e emoldurada por um friso cinza. Os faróis full LED são espichados e se estendem até as laterais, formando um belo conjunto com as luzes diurnas e os faróis de neblina, ambos também em LED.
 
Painel
O interior tem acabamento de boa qualidade e multimídia de 8%u201D (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Visto de lado, o Corolla Cross revela um para-brisa bem-inclinado e teto com ligeira descaída na traseira, com rack em preto brilhante. Vincos nos para-lamas dianteiros e nas portas traseiras tentam reforçar o aspecto aerodinâmico da carroceria. As caixas de rodas trazem molduras de plástico preto, que contrastam com o friso cromado das janelas. As rodas são de liga leve de 18 polegadas, calçadas com pneus na medida 225/50. Na traseira, antena do tipo barbatana de tubarão, defletor de ar na extremidade do teto e lanternas horizontais em LED.
 
Banco
Espaço no banco traseiro é generoso e tem saídas do ar-condicionado (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

ESPAÇO Apesar de ter a distância entre-eixos (2,64m), menor do que a do Corolla (2,70m), o Corolla Cross não decepciona no quesito espaço interno. Na frente, motorista e passageiro vão bem acomodados em bancos relativamente confortáveis para pessoas de até 1,70m, pois apoiam bem as pernas e as costas. O banco do motorista tem ajustes elétricos, mas não conta com a regulagem lombar. O banco traseiro, que é rebatível e reclinável, é bem confortável, com bom espaço para as pernas. O túnel central no assoalho é quase plano e sentar no meio do banco só não é confortável porque o apoio de braço embutido no encosto é saliente e incomoda. Mas os passageiros que sentam atrás contam com saídas do ar-condicionado, duas tomadas USB para recarga de equipamentos eletrônicos e lanterna central no teto.
 
Porta-malas
Com 440 litros, porta-malas do SUV acomoda a bagagem da família (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O porta-malas, com seus 440 litros, é menor do que o do Corolla e de alguns sedãs compactos, mas tem espaço suficiente para uma família de quatro pessoas. O compartimento é todo revestido com carpete, tem luz interna e ganchos laterais para pendurar sacolas. Traz em seu interior o estepe e um jogo de ferramentas para eventuais emergências.
 
Motor
O sistema híbrido conta com um motor a combustão e dois elétricos (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

ACABAMENTO Neste quesito, o Corolla Cross não decepciona. O acabamento é de boa qualidade, com couro bege revestindo os bancos e material emborrachado na mesma cor aparece no painel principal e nos painéis das portas, que têm ainda detalhes em couro preto e plástico imitando alumínio. O teto tem acabamento todo em preto e traz um pequeno teto solar que abrange só a área dos bancos dianteiros. O painel traz também detalhes em preto brilhante e cromado.
 
Roda
Rodas de liga leve de 18 poelegadas com acabamento na cor preta e diamantada (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O volante é revestido em couro, conta com ajustes de altura e distância, e traz comandos de acesso ao computador de bordo, sistema de áudio e celular, controlador de velocidade, sistema de manutenção em faixa e alerta de colisão frontal. O painel de instrumentos traz velocímetro digital e na lateral esquerda o mostrador do sistema híbrido, com os modos power (usando potência máxima), Eco (condução mais econômica) e charger (regenerando energia para as baterias). No lado direito do painel de instrumentos estão os marcadores do nível de combustível e da temperatura do motor.
 
No painel, o motorista visualiza os sistemas de alerta de colisão e manutenção de faixa, alertas de ponto cego e tráfego traseiro, controle de cruzeiro adaptativo (ACC) e ainda identifica quando está usando apenas o propulsor a combustão, ou quando os motores elétricos estão atuando e quando está ocorrendo regeneração de energia por frenagem ou desaceleração. Ali é possível conferir, ainda, a média de consumo de combustível com a pontuação na zona Eco.

MULTIMÍDIA O Toyota Corolla Cross na versão XRX é equipado com sistema multimídia com tela tátil flutuante de oito polegadas, mas também traz comandos físicos. O sistema conta com rádio AM/FM, conexão com celular por Android Auto e Apple CarPlay, uma entrada USB e uma tomada de 12V na frente e câmera de ré. O sistema não traz GPS nativo. É preciso usar aplicativos para navegar. Pela tela da central multimídia é possível acompanhar informações sobre a viagem, visualizar a utilização dos motores e a quantidade de energia regenerada.
 
No console, o motorista tem à disposição o Drive Mode, que traz os modos Normal, PWR, Eco e EV Mode, no qual apenas os motores elétricos atuam por tempo limitado. O câmbio do tipo CVT tem as posições convencionais, não permite trocas manuais e traz a letra B, na qual é aplicada força do freio motor moderada em declives, garantindo maior segurança e otimizando a regeneração de energia. O ponto negativo no Toyota Corolla Cross Hybrid, que se apresenta como um carro moderno e conectado com novas tecnologias, é o freio de estacionamento de pé, que exige força nas pernas para impulsionar o pedal, tanto para acionar quanto para destravar. Pelo preço, o carro merecia freio de estacionamento eletrônico.

DIRIGINDO O desempenho do Toyota Corolla Cross híbrido é aquele que se pode chamar de satisfatório, sem muito entusiasmo. A gestão dos motores é feita automaticamente, de acordo com a situação e a necessidade. Em alguns momentos, como em manobras de estacionamento, apenas os motores elétricos são acionados. Em outros, o motor a combustão é ativado imediatamente. Quando o motorista precisa de mais potência e torque, os três atuam de forma conjunta. No geral, o SUV tem relativa agilidade no trânsito urbano e nas retomadas de velocidade na estrada. Quando mais exigido nas acelerações, o motor 1.8 apresenta funcionamento ruidoso. No modo Eco, o computador de bordo registrou consumo médio de 9,5km/l na cidade e 13km/l na estrada, com etanol no tanque.
 
A direção com assistência elétrica foi bem calibrada, com cargas bem definidas para baixas e altas velocidades e sem muita dificuldade nas manobras de estacionamento. As suspensões garantem boa estabilidade em curvas desde que não haja exageros, pois, do contrário, o carro tende a sair de traseira. Apesar do eixo de torção na traseira, as suspensões proporcionam um rodar confortável no asfalto liso e um pouco mais limitado sobre pisos irregulares. Os freios com discos nas quatro rodas e o auxílio da eletrônica atuaram de forma segura.

CONCORRENTES A versão XRX do Toyota Corolla Cross Hybrid tem preço sugerido de R$ 193.390. Seus principais concorrentes não têm versão híbrida, mas considerando um pacote de equipamentos similar, o Jeep Compass mais próximo seria o da versão Série S T270, que tem motor de 185cv de potência máxima e câmbio automático de seis velocidades, com preço de R$ 204.990. Já o VW Taos, a versão que mais se aproxima é a Highline 250 TSI, com motor de 150cv e câmbio automático de seis marchas, por R$ 194.890. Mas vale lembrar que ainda este ano o Jeep Compass deve ganhar sua versão híbrida, que vai brigar de igual para igual com o Corolla Cross.
 
FICHA TÉCNICA

» MOTOR/HÍBRIDO (*)
Combustão interna: dianteiro, transversal, flex, quatro cilindros em linha, 1.798cm³ de cilindrada, com potências máximas de 98cv (gasolina) e 101cv (etanol) a 5.200rpm e torque máximo de 14,5kgfm a 3.600rpm. Dois motores elétricos: potência máxima de 72cv e torque máximo de 16,6kgfm. Potência combinada de 122cv

» TRANSMISSÃO (*)
Tração dianteira e Hybrid Transaxle CVT com botão seletor: Normal, ECO, Power e EV (Electric Vehicle)

» SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*)
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com barra estabilizadora; e traseira, eixo de torção e barra estabilizadora/liga leve, de 8x18 polegadas/225/50 R18

» DIREÇÃO (*)
Do tipo pinhão e cremalheira, eletroassistida progressiva (EPS)

» FREIOS (*)
A discos ventilados nas rodas dianteiras e sólidos nas traseiras, com ABS e distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e sistema de assistência à frenagem (BAS)

» CAPACIDADES (*)
Peso, 1.450 quilos; porta-malas, 440 litros; tanque de combustíel, 
36 litros; de carga útil (passageiros 
e bagagem), 450kg

» DIMENSÕES (*)
Comprimento, 4,46m; largura, 1,82m; altura, 1,62m; distância entre-eixos, 2,64m; altura livre do solo, 16,1cm

» DESEMPENHO (*)
Velocidade máxima de 170km/h 
(e). Aceleração até 100km/h 
em 13 segundos

» CONSUMO (**)
Na cidade: 17km/l (g)/11,8km/l (e)
Na estrada: 13,9km/l (g)/9,6km/l (e)

(*) Dados do fabricante
(**) Dados do Inmetro

» EQUIPAMENTOS

» DE SÉRIE: Sistema multimídia Toyota Play%2b com tela tátil de oito polegadas, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth e conexão para smartphones e tablets Android Auto e Apple CarPlay, retrovisores externos eletrorretráteis e com rebatimento automático ao fechar o veículo, função tilt down e alerta de ponto cego (BSM), rodas de liga leve de 18 poelegadas com acabamento na cor preta e diamantada, teto solar elétrico com função antiesmagamento, rack de teto longitudinal, acabamento interno com partes revestidas de couro e material sintético bege, volante revestido em couro preto, retrovisor interno com antiofuscamento eletrocrômico, banco traseiro bipartido, rebatível e reclinável, cobertura retrátil do porta-malas, assistente de pré-colisão (PCS) com alerta sonoro e visual e, se necessário, frenagem automática, sete airbags, controles eletrônicos de estabilidade (VSC) e de tração (TRC), assistente de subida em rampa (HAC), sistema de assistência de permanência de faixa (LTA), com função de alerta de mudança de faixa (LDA), controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), alarme volumétrico e perimétrico, acendimento automático dos faróis e lanternas em LED e luzes diurnas (DRL) nas lanternas dianteiras, farol alto automático (AHB), sensor de estacionamento dianteiro, traseiro e alerta de tráfego traseiro (RCTA), computador de bordo com visor multifunção e tela TFT de sete polegadas digital e colorida, indicador de direção econômica (Hybrid System), Start Button/Push Start e Smart Entry, ar-condicionado dual zone automático digital frio e quente com duto traseiro, banco do motorista com regulagem elétrica para oito ajustes (altura, distância, inclinação do encosto e inclinação do assento) e do passageiro dianteiro para quatro ajustes (distância e inclinação), e limpador do para-brisa intermitente com sensor de chuva.

» OPCIONAIS: Pintura metálica 
(R$ 1.950) ou perolizada (R$ 2.250)

QUANTO CUSTA?

O Toyota Corolla Cross XRX tem preço sugerido de R$ 193.390. Com pintura metálica sobe para R$ 195.340, 
e perolizada, R$ 195.640. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade