Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

'The Voice+', que começa neste domingo, realiza o sonho de 48 sessentões

Reality reúne candidatos com mais de 60 anos, que vão cantar para todo o Brasil


17/01/2021 04:00

Fernanda Gomes*
Ludmilla, Daniel, Claudia Leitte e Mumuzinho formam o time de técnicos do The Voice (foto: Fotos: João Miguel Jr./divulgação )
Ludmilla, Daniel, Claudia Leitte e Mumuzinho formam o time de técnicos do The Voice (foto: Fotos: João Miguel Jr./divulgação )

Depois de versões que contemplaram adultos e crianças, chegou a vez de candidatos com mais de 60 anos competirem no The Voice. A nova edição do reality musical se chama The Voice+ e vai ao ar neste domingo (17/1) à tarde, na Globo, depois de Temperatura máxima. O vencedor levará o prêmio de R$ 250 mil, além de contrato com a gravadora Universal Music.

A novidade é a chegada da cantora Ludmilla, de 25 anos, ao time de técnicos. Ela elogia o talento dos participantes, que enfrentaram audições às cegas. “Quando a galera começou a cantar, comecei a bater para todos. Falei: ‘Meu Deus do céu, tô muito conectada, preciso dar uma pisada no freio”, revela a nova técnica.

 Quando foi convidada, Ludmilla se preocupou com o fato de julgar pessoas mais velhas do que ela. “Depois, botei na ponta do lápis: só tenho 25 anos, mas olha tudo que consegui construir na minha vida, olha onde consegui chegar”, comenta. Aos 17, essa carioca já chamava a atenção do país com o hit Fala mal de mim.

A maior responsabilidade no The Voice é lidar com os sonhos dos candidatos, revela Ludmilla. Os 48 participantes se dividirão em quatro times. “Tenho muito cuidado com os sonhos das pessoas”, diz ela.

O cantor Daniel, de 52, está de volta ao time de técnicos. Ele participou de edições realizadas de 2012 a 2014. “Não importa a idade. O mais importante é ter a mente boa, bem trabalhada, com energia positiva para você buscar seus sonhos”, aconselha.

Fecham o time a baiana Claudia Leitte, de 40, que participa do The Voice desde a primeira edição, e o carioca Mumuzinho, de 37. “Esse programa vai dar uma ressignificada em tudo, em nossos conceitos, em como a gente encara a vida e em como a gente precisa aprender, independentemente da fase da vida”, acredita Claudia.

Com o lema “sonhos não envelhecem”, a competição busca, antes de tudo, emocionar o público. “Não são só as vozes. O que impacta é a história de vida das pessoas. Voz é só um detalhe”, observa Mumuzinho. “Foram as histórias de vida que colocaram as pessoas no palco do The Voice”, garante.

"O que impacta é a história de vida das pessoas. Voz é só um detalhe"

Mumuzinho, cantor e técnico


PANDEMIA
Daniel afirma que apesar das restrições impostas pela COVID-19, ele se sente próximo dos participantes. “Infelizmente, não podemos dar a mão, um abraço, dar um beijo. Mas a gente se sente acariciado pela interpretação de cada um, a voz, o olhar de cada participante. Isso é muito expressivo.”

Para Claudia Leitte, The Voice não se resume a competir. “Espero que mulheres e homens mais velhos se posicionem com relação à vida, que se sintam inspirados pelo programa”, diz ela.
A atração será apresentada por André Marques (no palco) e Thalita Rebouças (nos bastidores). O repertório terá novas e antigas canções.

Entre os participantes, há gente com carreira no mundo da música. Outros jamais subiram ao palco, mas decidiram se arriscar, incentivados por familiares. As inscrições foram abertas em agosto de 2020 e pela primeira vez a seleção de candidatos ocorreu de forma totalmente on-line.

* Estagiária sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria 

THE VOICE
Estreia neste domingo (17/1), às 14h20, na TV Globo. Reprise às segundas-feiras, às 20h30, no Multishow. 
O programa também estará disponível na plataforma Globoplay.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade