Publicidade

Estado de Minas AMOR DE MÃE

Arieta Corrêa celebra o papel de vilã


postado em 15/03/2020 04:00

Leila (Arieta Corrêa) acordou do coma e não para de fazer tramoias(foto: Camilla Maia/GLOBO)
Leila (Arieta Corrêa) acordou do coma e não para de fazer tramoias (foto: Camilla Maia/GLOBO)
Leila (Arieta Corrêa) ultrapassa qualquer limite para ter Magno (Juliano Cazarré) de volta em Amor de mãe, novela das 21h da Globo. A ex-esposa do frentista já mentiu para se manter na casa do amado e o denunciou anonimamente para que Betina (Isis Valverde) descobrisse que ele está envolvido na morte de seu irmão. Segundo a intérprete, o público tem sido reativo às maldades da personagem e ela até ouviu uma ameaça, em tom de brincadeira, durante um voo.

"Outro dia, entrei no avião e uma mulher ficou olhando pra mim e disse: 'Vontade de dar três murros na sua cara'. As pessoas ao redor não entenderam. Essa é a resposta que estou recebendo do público. Saio normalmente na rua para fazer as minhas coisas e as pessoas têm uma espécie de amor e ódio, porque elas gostam da Leila, mas também têm raiva", conta Arieta.

Na trama de Manuela Dias, Leila passou oito anos em coma e despertou com o desejo de reunir sua família. No entanto, se o casamento já estava desgastado antes do acidente, após a fatalidade o relacionamento não existe mais e sua filha deixou de ser um bebê. A personagem tem mostrado empenho para voltar a ser quem era antes. Por isso, para a intérprete, é possível que as pessoas se coloquem no lugar de Leila e compreendam as motivações de suas tramoias.

"Ela é vítima também. Preciso acreditar nisso, senão vou fazer uma personagem que é apenas má. A vida é vilã, às vezes. A gente tem que acordar todo dia e escolher ser bom mesmo com quem não merece. Tentei me colocar no lugar da Leila e, se eu falar que consigo plenamente, estou mentindo", entrega.  

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade