Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Morgan Freeman retoma reflexões sobre Deus


postado em 10/03/2019 05:08

Ator vai estrear a terceira temporada de A história de Deus, no National Geographic(foto: Nat Geo/Divulgação)
Ator vai estrear a terceira temporada de A história de Deus, no National Geographic (foto: Nat Geo/Divulgação)

Morgan Freeman já fez papel de Deus no cinema, mas na nova temporada de A história de Deus (The story of God), a série sobre religião do canal National Geographic, o ator se declara “inegavelmente” um crente. No Brasil, a previsão de estreia da atração é 27 de abril.

“Creio em Deus”, disse simplesmente o vencedor do Oscar na coletiva de imprensa de apresentação da terceira temporada da série, para qual o ator percorreu mais de 120 mil quilômetros e visitou 30 cidades para decifrar os mistérios da espiritualidade em todo o mundo.

Freeman afirmou que, ao longo das viagens da produção, entendeu que a religião, a crença em um deus, serve de “cimento” social. “Em quase toda sociedade, sem importar a religião, o ponto é manter as pessoas funcionando como uma unidade”, declarou o ator.

A produção da série teve acesso a “deusas viventes” no Nepal, à suposta coroa de espinhos de Jesus na Catedral de Notre Dame em Paris, a uma médium no Vietnã e à Basílica da Natividade em Belém.

ASSÉDIO A produção da terceira temporada de A história de Deus foi adiada após as acusações de assédio sexual contra o vencedor do Oscar, mas o National Geographic decidiu manter o programa após uma investigação. “Não”, foi a resposta do ator de 81 anos após ser perguntado se as acusações afetaram sua reputação e sua carreira.

A série entra em detalhe na análise da religião, dos rituais. “Uma das coisas que nos orgulha é que realmente mostramos à luz da bondade e bem-estar”, disse Lori McCreary, produtora-executiva da atração junto a James Younger e Freeman. (AFP)


Publicidade