Publicidade

Estado de Minas MONTANHAS DE MINAS

Monte Verde: conheça um dos destinos mais aconchegantes do mundo

Com belezas naturais, boa gastronomia, rede de hospedagem e lazer para todas as idades, distrito foi eleito como o sexto local mais acolhedor do globo


08/02/2022 04:00 - atualizado 08/02/2022 08:12


Centro de Monte Verde
Centro de Monte Verde: com 71 anos, distrito tem uma população de pouco mais de 4 mil pessoas (foto: Ana Clara Mendes/Divulgação)

Novamente na lista das Cidades Mais Acolhedoras do Mundo, feita pela Booking, a mineira Monte Verde é repleta de natureza, montanhosa, com lindos cafés e restaurantes, o que permitiu que a região subisse três posições na comparação com o ano passado e ficasse em 6º lugar no ranking. O distrito do município de Camanducaia, no Sul de Minas (a cerca de 520 quilômetros de Belo Horizonte), tem 71 anos e uma população de apenas 4.132 habitantes.
 

 
Em 2022, o prêmio chegou à 10ª edição e foi concedido a partir de cerca de 232 milhões de avaliações de viajantes verificadas na plataforma. Os turistas brasileiros e estrangeiros puderam julgar diversos aspectos, como alimentação, hospedagem e lazer. Os destinos ou empreendimento precisavam de uma média igual ou superior a 8, em 10 pontos, com no mínimo três a cinco avaliações recebidas até novembro de 2021 para serem premiados. A qualificação é feita somente por usuários que de fato se hospedaram em uma acomodação ou alugaram um carro pela plataforma.

Cafeteria e chocolateria Gressoney
Cafeteria e chocolateria Gressoney: Monte Verde tem atrações para esquentar os dias frios e curtir a noite (foto: Ana Clara Mendes/Divulgação )
Com uma aparência rústica, Monte Verde é o destino ideal para quem aprecia um cenário romântico ou de contato com a natureza. São diversas opções de programas para fazer sozinho, com amigos ou com a família. Além das trilhas dos mirantes e da fauna, a região oferece experiências gastronômicas surpreendentes aos visitantes, com restaurantes de culinárias variadas.

 
De acordo com Bruno Rosa, secretário de Turismo de Camanducaia, a cidade recebe aproximadamente 1 milhão de turistas por ano e a expectativa é que o número aumente ainda mais em 2022. “Monte Verde abraça o turista assim que ele entra pelo portal. Sem dúvida, a gastronomia, o romance e as atividades ao ar livre não podem faltar”, diz.

A empresária e presidente da Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região (Move), Rebeca Wagner, destaca que ainda há grandes planos, novidades e inovações para este ano, mesmo Monte Verde sendo a única cidade da América na lista das mais acolhedoras do mundo. “A cidade está se atualizando sempre, inovando com trabalho e seriedade”, afirma.

SEGURANÇA SANITÁRIA 
 

A Move está divulgando diversas ações feitas no distrito para promover o turismo, visando sempre manter a segurança sanitária dos moradores e visitantes. Além da busca pelo famoso evento do Natal em Monte Verde, a agência registrou aumento de 90% no total de turistas à procura de atividades de contemplação da natureza ou de esportes radicais.

 Fer Dallan
Em seu vlog de viagem, a youtuber, estilista e influencer digital Fer Dallan indica vários passeios, restaurantes e hotéis em Monte Verde (foto: Fer Dallan/Instagram/Reprodução)
É o caso da youtuber, estilista e influencer digital Fer Dallan, natural de São Paulo. No seu vlog da viagem “Monte Verde – O que fazer (e não fazer) na cidade”, ela afirma: “Eu amo Minas Gerais e já fazia um tempo que a gente queria conhecer Monte Verde, que é pequenininha, mas charmosa e muito bem recomendada”. Para Dallan, a cidade lembra um pouco a paulista Campos do Jordão e a gaúcha Gramado.

No vídeo, a influenciadora passeia pela cidade indicando restaurantes, passeios e lugares onde se hospedar. Suas principais recomendações foram a Estalagem Wiesbade, o restaurante Villa Donna Bistrô e os passeios de quadriciclo. “Eu amo andar de quadriciclo, e existem várias empresas que fazem esse tipo de passeio em Monte Verde”, contou.
 
 

 
LENHA 
 
 

imagens de pratos de comida com taça de vinho
A gastronomia é um dos itens avaliados pelos turistas que colocam a pequena cidade entre as mais acolhedoras (foto: MOVE/Divulgação )
Um dos destaques em hospedagem na cidade é o Hotel Cabeça de Boi. Com avaliação 4.5 estrelas, é um lugar acolhedor e tranquilo, ideal para se desligar e curtir a natureza, com várias opções gastronômicas e até uma equipe de monitores para momentos de recreação com as crianças. Além de disponibilizar um saco de lenha por diária, um diferencial do local – perfeito para aproveitar o anoitecer com baixas temperaturas em frente à lareira –, toda noite o hotel oferece algum tipo de entretenimento.

A hospedaria apresenta atividades para todas as idades, como arvorismo, festa das cores, piqueniques, aulas de artesanato e até pilates. “Fantástico! Tudo é excelente! Recomendo muito! Serve para casal e famílias. Atendentes supereducados e prestativos. Passeios muito gostosos” relata Maicon Delgado, de Jundiaí (SP), no site oficial de avaliações do hotel.
 

 O site oficial hotelcabecadeboi.com.br apresenta pacotes especiais, que já incluem algumas atividades para quem busca se hospedar no local. O preço das diárias varia dependendo da época e da quantidade de dias. A diária de um adulto pode girar de R$ 200 a R$ 400, enquanto a de uma criança custa de R$ 100 a R$ 200. Menores de 2 anos e maiores de 65 anos não pagam.



Fascinada pelo ar bucólico desdea primeira visita


Ana Clara Mendes
A estudante de psicologia e atriz Ana Clara Mendes, de 22 anos, é apaixonada pelo clima frio e inspirador do lugar (foto: Ana Clara Mendes/Divulgação )
A estudante de psicologia e atriz Ana Clara Mendes, de 22 anos, é uma grande apreciadora do distrito de Monte Verde. Quando foi pra lá a primeira vez, durante a semana santa de 2019, na companhia de seus pais, ela relata que se impressionou com o potencial turístico.

Para ela, as hospedagens e chalés mais bonitos e aconchegantes ficam fora do Centro do distrito, ao longo das estradas de Monte Verde, justamente por estarem mais distantes da parte central e movimentada da região e mais próximos da natureza e do sossego. A estudante ainda dá algumas dicas do que fazer na cidade: “De manhã, o ideal é aproveitar as temperaturas mais quentes e a beleza do lugar para curtir a natureza. Fazer trilhas nas montanhas, arvorismo e andar de quadriciclo são ótimas dicas de como aproveitar o dia por lá”.

Já durante o entardecer e à noite ela recomenda passear pelo Centro da cidade, visitar as lojinhas, conhecer os vários artigos de frio que não são encontrados em Belo Horizonte, tomar um café e degustar um fondue acompanhado de um bom vinho – um ótimo jeito de aproveitar o frio do lugar. “Eu fui com meus pais, mas, se pudesse aconselhar alguma coisa, eu acho que seria uma viagem mais romântica. Monte Verde tem muito esse clima de romance. Então, ir com um parceiro ou parceira seria mais proveitoso, na minha opinião”, diz Ana Clara.

A dica que a estudante deixa é: vá preparado para o frio, ainda que no verão. Durante o inverno, a mineira Monte Verde chega a apresentar temperaturas negativas. “Um fato engraçado é que Monte Verde e Campos do Jordão são cidades próximas, com um mesmo estilo bucólico. E é uma rivalidade saudável entre as duas para ver qual cidade é a mais fria. Em Monte Verde, várias lojinhas de conveniência tinham termômetros com o escrito ‘provando que Monte Verde é mais frio que Campos do Jordão’; o pessoal de lá gosta de falar isso”.

Mas, brincadeiras à parte, a estudante volta a ressaltar a importância de ir preparado e chama a atenção para a importância de o hotel disponibilizar um saco de lenha por diária. “Lá é realmente muito frio durante a noite. Mesmo com pijama e cobertores, eu precisava dormir com a cara grudada na lareira”, conta a estudante.

* Estagiária sob supervisão da editora Teresa Caram



Única do continente


Conhecida como a 'Suíça brasileira', Monte Verde, localizada na Serra da Mantiqueira, é a única representante do continente americano na lista das mais acolhedoras eleita na votação da Booking. Ela aparece depois de Matera (Itália), Bled (Eslovênia), Taitung City (Taiwan), Nafplio (Grécia), Toledo (Espanha), tendo subido três posições no ranking. Bruges (Bélgica), Nusa Lembongan (Indonésia), Ponta Delgada (Açores, Portugal) e Hoi Na (Vietnã) vêm em seguida.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade