Publicidade

Estado de Minas EUROPA

Resort no elo entre França e Itália é opção para brasileiros

Construído à beira das montanhas de Tarentaise, La Rosière, da rede Club Med, tem como principal atrativo uma estação de esqui


25/01/2022 04:00 - atualizado 25/01/2022 11:38

La Rosiére é o 17º resort de esqui da rede Club Med, localizado a 1.950 metros de altitude entre a Saboia, na França, e o Vale Aosta, na Itália
La Rosiére é o 17º resort de esqui da rede Club Med, localizado a 1.950 metros de altitude entre a Saboia, na França, e o Vale Aosta, na Itália (foto: Matheus Adler/EM/DA Press)
Muitos livros de história contam a história de Aníbal Barca, general cartaginês que viveu de 247 a.C a 182 a.C, responsável por comandar um exército de 100 mil soldados e 38 mil elefantes, que saíram da Península Ibérica na tentativa de invadir Roma pelos Alpes, surpreendendo os adversários durante a Segunda Guerra Púnica.

Eles teriam cruzado o Passo do Pequeno São Bernardo, na França, nas montanhas do Tarentaise, onde está localizado atualmente o La Rosière, o 13º resort de esqui da rede Club Med na França e que promete se tornar uma opção para quem quer praticar o esporte, seja para aprender ou para aperfeiçoar os movimentos.

A 1.950 metros de altitude, o La Rosière está localizado no principal elo entre a Saboia, na França, e o Vale do Aosta, na Itália, sendo a única área de esqui franco-italiana. O resort também está “na sombra” do tradicional Mont Blanc e oferece uma vista 180 graus para uma paisagem deslumbrante, contemplando o Vale da Tarentaise, Les Arcs, o Monte Pourri e o Parque Nacional de La Vanoise.

A convite do Club Med, a reportagem do Estado de Minas esteve no empreendimento antes de ele receber os primeiros hóspedes de inverno. Em 2020, as instalações estavam prontas; no entanto, as estações de esqui da região estavam fechadas por causa da pandemia.

O pacote oferecido aos clientes pela Club Med é semanal e all inclusive. Além da hospedagem com alimentação e atrações incluídas, como o esqui, a rede também oferece o transfer dentro do valor pago no pacote. O cliente, neste caso, tem duas opções de chegada: via Genebra, na Suíça, ou Lyon, na França. Na ocasião, a reportagem desembarcou pelo território francês.

Paisagem

 
O resort está localizado a pouco mais de duas horas de distância do aeroporto internacional de Lyon. O percurso é feito em autoestradas de boa qualidade, como a A43 e a A430, onde o visitante poderá desfrutar da paisagem ao longo do caminho. Durante o trajeto, é possível ver os Alpes e, ainda, sentir o clima que aguarda o turista no resort, com casas cobertas por neve.

As histórias de Aníbal Barca e de São Bernardo, que, além de ser o santo padroeiro dos habitantes das montanhas também empresta o nome ao cachorro conhecido por sua capacidade de locomoção nos relevos, estão estampadas na arquitetura que compõe a recepção do La Rosière. Também faz parte da decoração do local artigos que remetem a aviões. Isso porque o resort foi construído em um local que abrigava um aeródromo.

Os hóspedes também poderão encontrar funcionários que falam diversas línguas além do francês, como inglês e espanhol. Alguns, inclusive, dialogam utilizando o português. Como protocolo da COVID-19 (detalhes ao longo da matéria), os visitantes contam com um termômetro digital logo na entrada do resort.

O Club Med conta com o easy arrival, uma experiência em que o cliente cuida da própria estada por meio de um aplicativo da rede de resorts. Na funcionalidade, hóspede pode pagar despesas – como spa e boutique –, indicar informações sobre o equipamento de esqui ou snowboard, cadastrar pessoas para as aulas e indicando elas ao nível correspondente, entre outras funções.

Assim que chegar ao resort, o hóspede, na recepção, receberá uma pulseira que funcionará como chave durante a estada. É pelo item que o quarto e os armários com os equipamentos de esqui ou snowboard serão abertos.

Desinfecção

 
Quando o hóspede chega ao quarto, antes de abrir a porta ele vai se deparar com uma etiqueta verde colada, que significa que o cômodo passou por um processo de desinfecção e que está pronto para ser utilizado. Ao todo, o resort conta com 438 quartos em três categorias: superior, luxo e suíte, sendo que 75% das acomodações são familiares, podendo, por exemplo, receber crianças.

A arquitetura dos quartos, assim como em todo o resort, contempla a região. No piso, um desenho de flor de edelweiss se destaca, assim como a luminária localizada na cabeceira da cama em forma de sino. A presença maciça de madeira também ajuda na decoração. Diversos cômodos contam com varanda mobiliada, que dá vista para os Alpes. Toda a atmosfera dá a sensação de que o hóspede está instalado em um chalé.

Única área de esqui franco-italiana, o resort é opção para brasileiros que querem praticar o esporte na neve
Única área de esqui franco-italiana, o resort é opção para brasileiros que querem praticar o esporte na neve (foto: Matheus Adler/EM/DA Press)
Os quartos são equipados com sistemas de ar-condicionado e de aquecimento. Cafeteira, televisão e um telefone completam a lista. Os cômodos também contam com um cofre, para que os hóspedes tenham maior segurança ao guardar objetos valiosos, como joias e relógios. Já o banheiro conta com pias duplas, toalheiros aquecidos, um secador de cabelo, uma ducha e uma banheira, que proporciona banhos ainda mais relaxantes. O vaso sanitário fica em outro ambiente do quarto.

Cardápio

 
O La Rosière oferece dois restaurantes e dois bares. O restaurante principal fica aberto apenas para café da manhã, almoço e jantar. O bufê conta com um cardápio franco-italiano, como croissants na primeira refeição do dia e massas. O ambiente é totalmente protegido por isolamento acústico, para que os hóspedes possam se alimentar com tranquilidade. O espaço também conta com quatro ambientes, inspirados pela vida nas montanhas. Todos com vista para os Alpes.

Para quem optar por praticar esportes durante o dia, como esqui ou snowboard, a opção é o gourmet lounge, que fica aberto para servir o público, independentemente da hora. À noite, o espaço se transforma em serviço à la carte, com um cardápio repleto de especialidades da Savoia e do Vale do Aosta. Fondue savoyarde, polenta com cogumelos, queijo tometta e risotos são alguns exemplos, acompanhados de vinhos tinto ou branco das regiões citadas acima.

Já em relação aos bares, o principal fica próximo à recepção e conta com uma verdadeira sala de estar ali próximo, com sofás confortáveis e uma vista de tirar o fôlego. Drinques e petiscos são servidos ali na maior parte do tempo. No bar gourmet, é possível tomar uma taça de vinho ou uma bebida quente acompanhada de uma tábua de frios, por exemplo. Assim como no caso dos restaurantes, o gourmet  lounge é uma opção para quem passa o dia esquiando e que não abre mão de uma estrutura aconchegante.
 

Atividades

 
A principal atração do Club Med La Rosière, sem dúvida, é o esqui. O hóspede também pode optar pelo snowboard, se desejar. Durante a estada, a pessoa recebe um ski pass, que dá direito de entrar na estação de esqui, que fica bem próxima ao resort. Ao todo, as pistas da estação somam 152 quilômetros, sendo possível chegar na Itália, por exemplo, esquiando. Dá até para almoçar na Itália e voltar para o hotel.

Há pistas para todos os níveis, desde amadores até profissionais, tanto no esqui quanto no snowboard, com acompanhamento de instrutores da conceituada escola francesa de esqui. Como o mercado brasileiro é o segundo maior a desfrutar dos resorts de esqui da Club Med na França – perdendo apenas para o mercado francês –, há professores que falam português, como foi visto pela reportagem do EM.

“Acho que o coletivo ajuda, porque um ajuda ao outro. Tem o coletivo por idioma também. Tem professores de esqui que falam português, porque cada vez mais atendem brasileiros simpáticos e agradáveis”, destacou Janyck Daudet, CEO da rede Club Med na América do Sul.

Os turistas também têm a oportunidade de ficar frente a frente com o Mont Blanc, ao chegar no topo do teleférico Fort Express, que oferece uma vista de 360 graus dos picos mais altos dos Alpes. Vale lembrar, ainda, que os equipamentos de esqui são fornecidos pelo próprio resort, sendo que o hóspede precisa informar suas medidas de maneira prévia.

O La Rosière também conta com um spa, instalado em uma área de 650 metros quadrados, com vista panorâmica do Vale de Tarentaise. São 11 saladas para cuidados e espaços relax com sala de chá. Ainda falando sobre bem-estar, o resort tem sessões de yoga com Heberson Oliveira, um dos mais conceituados professores da França, em um estúdio espaçoso e com uma vista privilegiada.

O resort tem, também, uma piscina aquecida e com vista para as montanhas por meio de janelas panorâmicas. Um espaço de cardio training e locais de monitoria para crianças e adolescentes completam o rol de estruturas de La Rosière. À noite, após um dia movimentado pelas práticas esportivas, os hóspedes podem aproveitar as festas embaladas por DJs ou espetáculos artísticos, como dança e circo, enquanto desfrutam de um drink preparado no bar.  

Protocolos dão segurança


Com a pandemia da COVID-19, o Club Med passou a implementar protocolos por meio do programa global “Seguros Juntos”, alinhado com todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os cuidados começam já no transfer, com o uso de máscara por parte do motorista, redução da capacidade da van e limpeza do veículo ao fim de cada viagem.

O autoatendimento foi outra medida implantada pela Club Med, com o “Easy Arrival”, onde o cliente poderá tratar tudo sobre sua reserva por meio do aplicativo. No esqui, o uso de máscara é obrigatório, sobretudo em passeios em grupo. No spa, houve um distanciamento maior nas salas de relaxamento e aumento no intervalo de cada atendimento para limpeza e desinfecção.

Nos restaurantes, o bufê tem priorizado pratos montados. Além disso, a capacidade dos espaços foi reduzida e houve um maior tempo de funcionamento. Por meio da televisão, os hóspedes conseguem ver os horários de maior demanda. Além disso, as atrações noturnas são espalhadas pelo resort.
 
A capacidade máxima de La Rosiére foi reduzida em 60%, de acordo com a Club Med, que colocou à disposição um médico e enfermeiro 24 horas no resort.
 
O repórter viajou a convite da rede Club Med


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade