Publicidade

Estado de Minas TURISMO

Veja 10 países que não têm casos de coronavírus e vale a pena conhecer

Praias paradisíacas se preparam para a volta de turistas em breve, graças à resposta rápida à pandemia e, ironicamente, a surtos anteriores de doenças


postado em 02/06/2020 11:41 / atualizado em 02/06/2020 11:59

Nações insulares do Pacífico fazem da Oceania um oásis que se livrou da covid-19, sem registrar casos e se recuperando rapidamente(foto: Jansan/Creative Commons)
Nações insulares do Pacífico fazem da Oceania um oásis que se livrou da covid-19, sem registrar casos e se recuperando rapidamente (foto: Jansan/Creative Commons)
A pandemia da covid-19 já chegou, segundo a Organização Mundial da Saúde, a 188 nações e territórios no mundo, com mais de 6 milhões de casos confirmados. No meio da maior crise sanitária do século, uma dezena de nações conseguiram evitar completamente a doença e seguem sem pacientes internados ou suspeitos e se preparam para o "novo normal" da economia mundial. Em comum, a característica de serem pequenas ilhas no pacífico, várias delas, ex-colônias europeias cuja localização contribuiu para que o vírus (Sars-Cov2) não fosse disseminado na região.

De acordo com o representante da Unicef em 14 países insulares do Oceano Pacífico, Sheldon Yett, o isolamento geográfico natural dessa região foi parte importante da prevenção à covid-19, mas que a ação rápida na região sacramentou o que hoje é um resultado zero da doença. "Eles também foram muito rápidos em limitar e, em seguida, impor uma proibição total de entrada de aviões e navios, o que significa que foi muito difícil para qualquer pessoa portadora do vírus chegar a esses lugares", declarou à Deutsch Welle.

O que motivou essa rápida resposta, em parte, foi a experiência. Além desses países terem sofrido bastante com a dengue em 2019, alguns deles observaram os vizinhos lidarem com as suas próprias epidemias. No caso da Papua Nova Guiné, foi a Malária e no caso da Samoa, o sarampo, que fez mais de 5,5 mil casos e tirou a vida de 83 pessoas, sendo a maioria crianças com menos de 15 anos, até janeiro deste anos. Nesse cenário, o isolamento já não era questionado e já fazia parte das ações consideradas eficazes nessa região.

Além dos 10 países citados na lista abaixo, também não constam como tendo casos confirmados a Coreia do Norte e o Turcomenistão, mas os dados são contestados pela comunidade científica, por inspirarem desconfiança de falta de transparência, especialmente considerando que os países fazem fronteira com países bastante afetados pela doença. 

Confira a lista dos 10 países que não tiveram covid-19 e que você poderá conhecer em breve:


Ilhas Marshall

Localizada na Oceania, a nação tem 181 km2, o equivalente a 43 Parques da Cidade, de Brasília. O país tem o dólar como moeda oficial e inglês e marshalês como línguas. É cristão, batizado a partir do nome do britânico John Marshall, cuja capital é Majuro, com 24 mil habitantes.


Ilhas Salomão
Com cinco vezes a dimensão do Distrito Federal, a nação tem o inglês como língua oficial (e mais de 70 dialetos locais). Honiara é a capital e sua moeda é um dólar próprio. É conhecida por sua vida selvagem, incluindo barracudas e crocodilos.


Kiribati
Formado por 33 ilhas, o país tem 811km2 e se destaca por ser o único do mundo a ter território nos quatro hemisférios da Terra. Com fuso de +14 em relação a Greenwich, é o primeiro a chegar ao "ano novo", antes mesmo de Nova Zelândia e Austrália. Tem pouco mais de 100 mil habitantes, fala inglês e gilbertêse sua capital é Tarawa do Sul.


Micronésia
Os Estados Federados da Micronésia são formados por mais de 600 ilhas em um espaço de 702km2. A nação fala inglês, opera com dólar americano e tem como capital Paliquir. O turismo ainda é bem incipiente, mas é possível aproveitar belas praias e a cultura local que passou por vários intercâmbios com as polinesias.


Nauru
Com apenas 21km2, é um dos menores países do mundo, com área equivalente a cinco Parques da Cidade, de Brasília. A língua oficial é o nauruano e a cidade mais populosa é Yaren (por seu tamanho, não adota capital). Tem apenas 13 mil habitantes e apenas uma companhia aérea opera voos para lá, a Our Airline, das Ilhas Salomão e da Austrália.


Palau
O país tem como línguas oficiais o inglês e o palauano e opera com dólares americanos. Mas no território se fala de tudo, inclusive japonês, chinês, filipino etc. Tem 459km2 e pouco mais que 21 mil habitantes. Sua capital é Ngerulmud.


Samoa
Independente da Nova Zelândia, fala-se inglês e samoano no país que possui um dos mais altos IDHs da região. Com dimensão semelhante à metade do Distrito Federal, o país possui cerca de 180 mil habitantes, tem uma moeda própria, o Tala. Sua capital é Apia.


Tonga
Mais que hit das olimpíadas com seus atletas besuntados, Tonga tem recursos naturais e cultura para agradar os turistas. Fala-se tonganês e inglês, a moeda é a pa'anga e a capital é Nuku'alofa. Os tonganeses também têm danças que geram performances, a exemplo da ma'ulu'ulu, que lembra o haka, dos vizinhos neozelandeses. 


Tuvalu
Formada por um conjunto de nove ihas, essa nação fala inglêse tuvaluano e como Austrália e Nova Zelândia, tem a Rainha Elizabeth com monarca. No país circulam dólares locais e australianos. Há apenas 12 mil habitantes numa área de 26km² - é 220 vezes menor que Brasília.


Vanuatu
Tem como capital Porto Vila e como línguas oficiais bislama, francês e inglês. Com quase 300 mil habitantes, o país tem 12 mil km2 e opera com a moeda vatu. Tem como curiosidade o Volcano Post, área em que turistas jogam correspondências em um vulcão ativo por sua conta e risco (ou usam o serviço turístico ao pé do vulcão, se forem sãos). O país tem algumas das acomodações mais características e das praias mais belas da região.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade