Publicidade

Estado de Minas SERRA DA CANASTRA

Conheça as mais belas cachoeiras da Serra da Canastra

Para desbravar os atrativos do Parque, há diversas trilhas. Entre as cachoeiras, estima-se que são cerca de 30 catalogadas


postado em 28/01/2020 04:00 / atualizado em 28/01/2020 13:55


Cachoeira Casca D’Anta

Cachoeira Casca D%u2019Anta é a mais bela e famosa da Serra da Canastra. Dela descem as águas do Rio São Francisco(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Cachoeira Casca D%u2019Anta é a mais bela e famosa da Serra da Canastra. Dela descem as águas do Rio São Francisco (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
 


Com 186 metros de altura, a Casca D’Anta é a mais famosa da região e está listada entre as maiores quedas livres do Brasil. Para admirá-la, é possível fazer dois roteiros: um pela parte baixa do parque, que tem uma trilha de cerca de um quilômetro até seu poço. De lá é possível observar bem de perto toda a abundância da queda formada pelas águas do Rio São Francisco. Já a rota da parte alta oferece vista para o cânion por onde o rio desce a serra, além de um mirante de onde é possível avistar parte da queda principal e algumas piscinas naturais.


Cachoeira do Cerradão

A cachoeira do Cerradão fica em uma reserva particular do patrimônio natural localizada a cerca de 10 quilômetros de São Roque de Minas. Com queda de 200 metros de altura dividida em três lances, a formação tem poços profundos bons para banho.


Cachoeira do Capão Forro


O conjunto fica a cerca de cinco quilômetros de São Roque de Minas e abrange cinco cachoeiras e piscinas naturais. A do Mato, considerada a mais bonita, tem acesso a partir de uma caminhada de 20 minutos.
 


Poço das Orquídeas


A área pertencente à Cooperativa Agropecuária de São Roque de Minas é também conhecida como Lagoa dos Patos, uma referência a uma pequena lagoa que teria secado. Seu nome faz referência à maior atração da imensa fazenda de quase 560 hectares: uma piscina natural arredondada, com praia de cascalho, pequena cachoeira e muitas árvores com orquídeas.

 
Cachoeira da Chinela

Cachoeira da Chinela oferece queda d'água de 30 metros(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Cachoeira da Chinela oferece queda d'água de 30 metros (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
 


Com fácil acesso de carro e uma trilha de menos de um quilômetro, a cachoeira, situada em uma propriedade particular em Vargem Bonita, tem poço profundo bom para banho e uma queda de 30 metros. 


Cachoeira dos Rolinhos


Considerada a mais alta do Parque Nacional, com 300 metros, a queda em forma de cascata forma poços de até 50 metros de extensão. Para admirá-la, há um mirante com acesso fácil via trilha. 
 

SERVIÇO

 
O hotel Chapadão da Canastra é a opção ideal para curtir um roteiro completo na região. Unindo o rural e o urbano, com estrutura de hotel e aconchego de pousada, o empreendimento ocupa um terreno de 5 mil metros quadrados (m2), onde mais da metade é composta de exuberantes jardins que chamam a atenção de seus visitantes. São 24 apartamentos com área de 25m2. Para conhecer melhor a região, o Chapadão da Canastra disponibiliza veículos 4X4.

Mais informações www.chapadaodacanastra.com.br 


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade