Publicidade

Estado de Minas

Serra da Canastra: desfrute o prazer na terra dos queijos premiados

Rota dos queijeiros da região ganhou destaque após premiação de vários produtos do alimento em concurso mundial na França


postado em 28/01/2020 04:00 / atualizado em 28/01/2020 14:00

Localizada a 443 quilômetros de Belo Horizonte, a Canastra abriga, entre tantas belezas, vales verdes, cachoeiras, rios e cânions (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Localizada a 443 quilômetros de Belo Horizonte, a Canastra abriga, entre tantas belezas, vales verdes, cachoeiras, rios e cânions (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


A região do Sudoeste de Minas Gerais, que abriga o Parque Nacional da Serra da Canastra, abrangendo as cidades de São Roque de Minas, Delfinópolis, Sacramento, São João Batista do Glória e Capitólio, ganhou ainda mais visibilidade por conta do tradicional queijo canastra – conhecido por ter uma casca amarela por fora e por ser macio e saboroso por dentro. No ano passado, produtores da região conquistaram 24 das 50 medalhas recebidas por queijeiros de Minas Gerais no 4º concurso Mondial du Fromage et des Produits Laitiers, realizado na cidade de Tours, na França. E, desde 2008, o famoso alimento tem o seu modo de produção reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio cultural imaterial brasileiro.
 
Com casca mais dura, o famoso queijo canastra é reconhecido dentro e fora do Brasil(foto: Franciely Eduarda/Divulgacão)
Com casca mais dura, o famoso queijo canastra é reconhecido dentro e fora do Brasil (foto: Franciely Eduarda/Divulgacão)
 
 
Localizada a 443 quilômetros de Belo Horizonte, a Canastra é formada por dois chapadões e por vales férteis, abriga a nascente histórica do Rio São Francisco, que forma a maior bacia hidrográfica não amazônica do Brasil. É morada de tamanduás-bandeira, tatus-canastra, lobos-guará, veados-campeiros e de infinitas cachoeiras. E destino de belezas naturais ideais para relaxar e desacelerar nos dias de carnaval. Não é à toa que, em 2018, o lugar foi considerado – de acordo com o Observatório do Turismo de Minas Gerais – o ponto turístico mais visitado do estado, com mais de 100 mil turistas. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade