Publicidade

Estado de Minas ZARAGOZA

Terra de Goya e Gargallo


postado em 21/01/2020 04:00

Dois lugares imperdíveis para os amantes das artes: no Centro Histórico, visite o Museu Goya e confira, também, o palácio renascentista dedicado ao escritor Pablo Gargallo(foto: Fotos: Zaragoza Turismo/Divulgação)
Dois lugares imperdíveis para os amantes das artes: no Centro Histórico, visite o Museu Goya e confira, também, o palácio renascentista dedicado ao escritor Pablo Gargallo (foto: Fotos: Zaragoza Turismo/Divulgação)

 
Com a unificação da atual Espanha, a cidade perdeu uma parte da sua importância. Porém, lá nasceram importantes personalidades culturais, como Francisco de Goya, no lugarejo Fuendetodos. Um dos trabalhos mais conhecidos do artista, uma série de gravuras denominada Os desastres da guerra, foi criado após o período da guerra civil espanhola, desencadeada a partir da ocupação francesa no país.
O Zaragoza Goya Museu, berço do famoso pintor, é outra atração no Centro Histórico da cidade. O museu oferece uma viagem através do trabalho e da visão do famoso pintor espanhol, incluindo pinturas de artistas que o influenciaram e foram referências ao seu trabalho.
 
Também localizada na zona histórica, a Fundação Ibercaja é um palácio cujo porão abriga uma sala de triagem para a vida e o legado do famoso pintor aragonês. Ele ainda guarda ruínas romanas que são cuidadosamente preservadas. No local, é possível fazer um passeio pela história da pintura de grandes mestres, alguns deles latino-americanos, como o equatoriano Oswaldo Guayasamín, que ganhou destaque com seus murais e pinturas em afrescos. Ele também é lembrado pelos retratos de figuras políticas e intelectuais, como o ditador cubano Fidel Castro, o ex-presidente francês François Mitterrand, o escritor colombiano Gabriel García Márquez e o presidente brasileiro Juscelino Kubitschek.
 
Não muito longe do Centro, o Museu Pablo Gargallo, criado em um palácio renascentista, é uma das grandes atrações culturais da cidade. Ele guarda obras do autor, como O grande Messias ou Kiki de Montparnasse. Trata-se de um museu dedicado, declarado patrimônio nacional e que recebeu o Certificado Herity graças à excepcionalidade da sua coleção e pelas modernas instalações, que facilitam o aprofundamento na vida e na obra do artista.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade