Publicidade

Estado de Minas

Dicas certeiras para viagens com crianças

psicóloga e empreendedora compartilha o que aprendeu nas andanças em família mundo afora


postado em 21/01/2020 04:00

O ideal é as crianças participarem da escolha do roteiro, seja a ida à praia, seja aos parques aquáticos(foto: Vidar Nordli Mathisen/Unsplash)
O ideal é as crianças participarem da escolha do roteiro, seja a ida à praia, seja aos parques aquáticos (foto: Vidar Nordli Mathisen/Unsplash)

 
Planejamento é a chave para uma viagem com crianças dar certo. Todo o tempo investido antes das férias é convertido em gostosos momentos em família e uma chance maior de sucesso na aventura fora de casa. Mãe de Gabriel, Mateus e João Miguel, a psicóloga Nathália Gomes de Lima sabe bem disso. Expert em viagens com crianças e fundadora do guia on-line Kids2gether (www.kids2gether.com.br), a empreendedora dá dicas certeiras para preparar e aproveitar melhor as viagens em família.
 
Tão importante quanto saber aonde se vai é reunir o maior número possível de informações sobre o destino que pretende escolher. Envolver as crianças nessa busca e na criação de um plano de férias ideal deixa a família em sintonia antes do embarque.
 
Se o voo é longo, Nathália prepara um kit com roupas extras, biscoitos e jogos eletrônicos no tablet. Quando o roteiro inclui mudança de fuso horário, a especialista aconselha a família a entrar logo no ritmo da cidade para facilitar a adaptação e garantir um melhor aproveitamento da viagem. Crianças, principalmente acima dos 4 anos, podem ser envolvidas nos passeios, consultando mapas e aprendendo sobre diferenças culturais.
 
A gastronomia oferece aos pequenos a oportunidade de provar sabores e temperos desconhecidos. A família pode ir, por exemplo, a mercados para que todos experimentem as novidades. Como já esteve com os filhos em lugares tão diferentes quanto Egito, Finlândia, Marrocos e Nova Zelândia, Nathália reconhece que esse pode ser o aspecto mais difícil da adaptação. Por isso, para permanências acima de quatro dias, ela sugere aluguel de apartamento ou reserva de hotel que tenha cozinha no quarto, bem como prioridade a restaurantes kids friendly, com menu para crianças e pratos de comida básica, como, por exemplo, purê de batata e massas simples.
 
Como parte do planejamento, é importante saber o que fazer no dia a dia da viagem. Isso inclui ter à mão um plano B para imprevistos, caso de uma mudança de clima repentina. Com programação prévia benfeita, o roteiro não fica prejudicado diante da alteração de uma atividade nem há perda de tempo repensando no que fazer já no destino.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade