Publicidade

Estado de Minas BATE E VOLTA - MIRABELA

Belezas premiadas com o Selo+Turismo

Cavernas, cânions, rios e a tradicional carne de sol são os principais atrativos ao visitar a cidade do Norte de Minas


postado em 03/12/2019 04:00

Mirabela faz parte do Circuito Turístico Velho Chico.Selo vai incrementar o turismo na cidade (foto: Thiago Pereira/Divulgação)
Mirabela faz parte do Circuito Turístico Velho Chico.Selo vai incrementar o turismo na cidade (foto: Thiago Pereira/Divulgação)


Conhecida pela qualidade da carne de sol que produz, Mirabela, no Norte de Minas, também conta com belezas naturais,  cavernas e formações rochosas, oferecendo um ambiente ideal para as práticas escalas e descida de rapel. Por conta dos seus atrativos, o município recebeu o Selo + Turismo, conferido pelo Ministério do Turismo. A cidade também foi incluída pelo Ministério no Mapa do Turismo Nacional.
 
Inserido no Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), o Selo Turismo já foi concedido a 66 municípios de 19 estados. A iniciativa tem como objetivo apoiar e assistir as cidades que integram o mapa do turismo no país. A meta é estruturar destinos turísticos, gerando mais emprego, renda e inclusão social.   O Ministério do Turismo destina recursos anuais da ordem de R$ 400 milhões para o programa, com o objetivo de apoiar as organizações públicas e privadas interessadas em investir no setor turístico
 
Mirabela foi o primeiro município do Norte de Minas a receber o selo. O agente de desenvolvimento e diretor de turismo de Mirabela Adalto Aquino  lembra  que as cidades contempladas com a certificação podem receber financiamentos de até R$ 10 milhões para investimento na infraestrutura. O prazo para o pagamento é de  até 20 anos – com juros de 7% ao ano.
 
Ele informou que a Prefeitura de Mirabela vai encaminhar projeto ao Ministério do Turismo solicitando recursos para melhoria de acesso aos pontos turísticos, construção de trilhas e capacitação de guias locais. Além disso, lembra, com o selo do turismo a prefeitura elabora o plano municipal de turismo para que,  a partir de janeiro de 2020, possa receber maior receita do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) por parte do governo do estado.
 
O agente de desenvolvimento destaca que o objetivo da municipalidade é capacitar os empresários e os prestadores de serviços locais para o bom atendimento aos visitantes. “Queremos preparar os taxistas para saber quais os atrativos, orientar os restaurantes para disponibilizar melhor a carne nos cardápios, sinalizar as cavernas e  melhorar o acesso aos pontos turísticos”, afirma Adalto Aquino.
 
Aquino lembra que, com o recebimento do selo,  empresas privadas também podem pleitear financiamentos do Prodetur  – no limite de R$ 10 milhões – para empreendimentos turísticos na cidade. Os empréstimos poderão ser aplicados na construção de hotéis e pousadas, por exemplo.
Situada às margens da BR 135 (estrada Montes Claros/Januária), Mirabela faz parte do Circuito Turístico Velho Chico, que inclui, ainda, os municípios de  Bonito de Minas, Jaíba, Januária, Japonvar, Lontra, Pedras de Maria da Cruz, São Francisco, Cônego Marinho, Juvenília, Manga, Montalvânia e Itacarambi.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade