Publicidade

Estado de Minas GRAMADO

Além do Natal Luz, conheça as tradições gaúchas de Gramado

O turismo rural está em alta em Gramado. Roteiros permitem conhecer o estilo de vida dos primeiros colonos italianos


postado em 29/10/2019 04:00 / atualizado em 30/10/2019 13:07

Proposta de turismo de experiência oferece visita à charmosa Olivas de Gramado, uma fazendinha de minianimais (foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
Proposta de turismo de experiência oferece visita à charmosa Olivas de Gramado, uma fazendinha de minianimais (foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)


Gramado tem atração o ano todo e para todo gosto. Uma dica que dou para quem vai pela primeira vez é começar pelo exuberante turismo rural, onde, nas colônias, encontra-se uma das paisagens mais bonitas e originais da cidade.
 
A agência de turismo Vento Sul oferece três opções de passeios, que são o tour do vale, tour da linha Ávila e tour O Quatrilho, com saídas diárias a bordo de ônibus antigos, preparados e adaptados para incrementar a experiência, conhecidos pelo nome de “Princesinhas”.
 

 
E prepare-se, não exagere no café da manhã no hotel. Durante o passeio pelas rotas do turismo rural você conhece fazendas, sítios e moradias de colonos, anda pelos parreirais, aprende um pouco da lida do campo, sobre o cultivo e produção dos vinhos e os magníficos sucos. Passeia pelas plantações de morangos e se delicia com produções de geleias de figo, uva, marmelo, compotas de doces com direito a degustação e guloseimas como queijos, salames, sucos, conservas, pães caseiros, cucas, tudo feito nos moldes da época dos colonizadores italianos, alemães e portugueses. E com toda certeza, você não resistirá em enfiar a mão no bolso e levar da vendinha um pouquinho dessas gostosuras.
 
Na propriedade de Marlise Grings e Eduardo Faiz, o turista se depara com o moinho secular usado pela família no passado(foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
Na propriedade de Marlise Grings e Eduardo Faiz, o turista se depara com o moinho secular usado pela família no passado (foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
 
Ao som da sanfona, os anfitriões dão as boas-vindas e cantam, contando pelos repentes, fados e outras modas gauchescas histórias de época enriquecedoras dos seus costumes, além de apresentação dos objetos usados por eles, visita a moinho secular e muito mais.
 
Em pequenas casas, grandes histórias do passado do RS(foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
Em pequenas casas, grandes histórias do passado do RS (foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
 
 
voltando da área rural ao final de uma tarde mais que agradável para o paladar e a cultura, deslumbrado com tamanha beleza natural, a sugestão é uma pausa no hotel para um banho revigorante, uma descansada de uma horinha e rumo ao Centro conhecer um pouco das atrações que a cidade oferece, como a Rua Coberta, o Lago Negro, os museus que primam por suas belezas e os parques temáticos, onde adultos voltam no tempo e as crianças ficam fascinadas.
 
Café colonial e um bom chimarrão para esquentar os visitantes(foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)
Café colonial e um bom chimarrão para esquentar os visitantes (foto: Juarez RodriguesEMD.A Prees)

 
Aliás, Gramado parece uma cidade cenográfica. São casas, prédios, hotéis e restaurantes temáticos com fachadas que se assemelham ao estilo bávaro, sem falar nas charmosas e bem conservadas casinhas rústicas de madeira presentes por toda a cidade. Pessoas vestidas a caráter no comércio, as decorações, a ornamentação e o charme das flores que embelezam a cidade evidenciam que em Gramado a magia se torna real.


Publicidade