Publicidade

Estado de Minas

Santuário em festa


postado em 01/10/2019 04:00

O colégio e o Santuário do Caraça recebem visitantes de todas as partes(foto: Marden couto/turismo de minas)
O colégio e o Santuário do Caraça recebem visitantes de todas as partes (foto: Marden couto/turismo de minas)

  
O Santuário do Caraça, situado a cerca de 120 quilômetros de Belo Horizonte, entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, está em festa pela celebração do Jubileu de Nossa Senhora Mãe dos Homens até 5 de outubro. O turismo religioso na região, que atrai visitantes de todas as partes, está preparado para receber os turistas com auditórios, restaurante, serviços de bufê e hospedagem.
O Caraça é conhecido pelas belezas naturais e pela riqueza histórica do local. Mas, além disso, o ponto, que encanta os cerca de 70 mil visitantes que passam por ali todos os anos, oferece, além de atividades, como o turismo pedagógico, caminhadas pelas matas e a possibilidade de um vasto conhecimento por meio de sua afamada biblioteca e outros atrativos, como o turismo religioso, fomentado pela celebração da Paixão de Cristo e pelo extraordinário Jubileu de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que começou em 27 de setembro e termina em 5 de outubro deste ano.
 
A celebração de 2019 tem uma grade especial com missas programadas durante os 10 dias de evento. Além disso, haverá também o lançamento do livro Da arte de educar – A escola do Caraça, do ex-aluno José Pedro de Araujo Silva, que analisa em profundidade o que foi o trabalho educacional realizado no Caraça desde 1820. No último dia do Jubileu de Nossa Senhora Mãe dos Homens será realizada a grande festa, com uma carreata saindo de Barra Feliz, que oferecerá também a bênção dos automóveis e a apresentação do coral Meninas Cantoras de Lavras, culminando com missa festiva.
 
O turista que for ao Santuário do Caraça para participar do Jubileu de Nossa Senhora Mãe dos Homens, além da realidade religiosa, poderá conhecer um pouco da história do local, que teve início por volta do ano de 1774, quando o irmão Lourenço de Nossa Senhora começou a construção do “hospício”, como então era chamada a hospedaria para acolher peregrinos, e uma ermida – capela barroca, dedicada a Nossa Senhora Mãe dos Homens. Posteriormente, foram erguidos o colégio e o seminário. O complexo do Caraça mantém até hoje sua essência, proporcionando às pessoas a chance de interagir com sua história.
 
A Reserva Particular do Patrimônio Natural do Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas: as reservas da biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da mata atlântica, em que há diversas espécies da fauna e da flora, algumas encontradas somente na área da reserva, que fica na transição entre a mata atlântica e o cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas serras há nascentes, ribeirões e lagos. Mais informações: www.santuariodocaraca.com.br.


Publicidade