Publicidade

Estado de Minas VIAGEM EM FOTOS

Estocolmo A Veneza do Norte


postado em 24/09/2019 04:00 / atualizado em 20/09/2019 13:08

Balsas e barcos transportam passageiros pelas ilhas(foto: Teresa Caram/em/d. a press)
Balsas e barcos transportam passageiros pelas ilhas (foto: Teresa Caram/em/d. a press)


Capital da Suécia, ao lado do Mar Báltico, Estocolmo é sinônimo de organização. Tudo funciona perfeitamente bem. O sistema de transporte é eficiente, com trens, metrôs, barcos, balsas e ônibus cobrindo todas as regiões. A cidade foi construída em 14 ilhas, conectadas por mais de 50 pontes, e tem mais de 100 mil lagos, sendo conhecida como a Veneza do Norte. Há balsas e barcos de turismo que transportam os passageiros entre as ilhas.
 
Na cidade antiga, ruas são liberadas apenas para os pedestres(foto: Teresa Caram/em/d. a press)
Na cidade antiga, ruas são liberadas apenas para os pedestres (foto: Teresa Caram/em/d. a press)
 
 
Estocolmo se divide entre a parte moderna e medieval. A cidade antiga (Gamla Stan) tem apenas 50 hectares e cerca de 50 mil moradores. As ruas são fechadas à circulação de carros. É lá que fica o Palácio Real de Estocolmo (Kungliga Slottet), considerado a construção mais bela da Suécia com 618 cômodos decorados. Além disso, abriga a Catedral de Estocolmo (Storkyrkan), que data do século 13, onde costumam ocorrer casamentos e coroações reais, além do Museu Nobel, dedicado ao Prêmio Nobel. 
 
 
 
Centro Histórico: prédios e monumentos são bem preservados(foto: Teresa Caram/em/d. a press)
Centro Histórico: prédios e monumentos são bem preservados (foto: Teresa Caram/em/d. a press)
 
 
Saindo da cidade antiga, vale um passeio pela ilha Djurgarden onde estão várias atrações, como o Vasa Museum – navio preservado do século 17 que passou mais de 300 anos embaixo da água e hoje é o museu mais visitado da Escandinávia. Outro passeio interessante é pelo Skansen, museu ao ar livre que reproduz todas as regiões da Suécia desde meados de 1720 até 1965, com animais típicos de cada área do país.
 
 
Museu Nobel, dedicado ao Prêmio Nobel(foto: Teresa Caram/em/d. a press)
Museu Nobel, dedicado ao Prêmio Nobel (foto: Teresa Caram/em/d. a press)
 
 
 
 
 
 
A Praça Stortoget é ponto de pausa e descanso de turistas(foto: Teresa Caram/em/d. a press)
A Praça Stortoget é ponto de pausa e descanso de turistas (foto: Teresa Caram/em/d. a press)
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade