Publicidade

Estado de Minas NORUEGA

Explore cada percurso na terra dos vikings

Seguir de Bergen até Oslo no trajeto que inclui trem, ônibus e barco é uma experiência única


postado em 17/09/2019 04:00 / atualizado em 16/09/2019 20:04

A arquitetura chama a atenção pelos prédios bem conservados e bonitos, assim como as ruas, fechadas para o trânsito local com grandes vasos de flores coloridas(foto: Teresa Caran/em/d. a press)
A arquitetura chama a atenção pelos prédios bem conservados e bonitos, assim como as ruas, fechadas para o trânsito local com grandes vasos de flores coloridas (foto: Teresa Caran/em/d. a press)


A segunda parada na Noruega foi em Oslo, a capital do país nórdico. Saímos de Bergen fazendo o trajeto da Norway in Nutshell, que começa com o trem da estação de Oslon até Voss, onde pegamos o ônibus para Gudvangen. De lá, seguimos de barco até Fläm – uma pequena e charmosa cidade – passando pelos fiordes Naeroyfjord e Aurlandsfjord – e, de lá, de trem pela Flamsbasa num trajeto entre montanhas repletas de cachoeiras até Myrdal. A última etapa até Oslo também é feita por trem em um percurso de 6 horas. É cansativo, mas compensa cada minuto pelas paisagens deslumbrantes que você tem do interior da Noruega.
 
Palácio Real de Oslo: cidade é o centro cultural, científico, econômico e governamental da Noruega(foto: Teresa Caran/em/d. a press)
Palácio Real de Oslo: cidade é o centro cultural, científico, econômico e governamental da Noruega (foto: Teresa Caran/em/d. a press)
 
 
Oslo tem cerca de 670 mil habitantes e fica no Sul do país. A cidade é uma das mais seguras e modernas do mundo, além de figurar entre as mais caras. Por isso, é bom ir preparado.
 
Na viagem de barco até Oslo, o visitante se encanta com pequenas vilas e casinhas de madeira(foto: Teresa Caran/em/d. a press)
Na viagem de barco até Oslo, o visitante se encanta com pequenas vilas e casinhas de madeira (foto: Teresa Caran/em/d. a press)
 
 
Oslo foi considerada a capital verde da Europa 2019 em função da preservação de áreas naturais e redução da poluição. Com excelente infraestrutura de transporte urbano, a cidade também pode ser explorada a pé ou de bicicleta. A arquitetura chama a atenção pelos prédios bem conservados e bonitos. Museus, áreas verdes, festivais de música, uma gastronomia de primeira e bares para degustar uma cerveja geladíssima no verão, que chegou a 32 graus, despertam o interesse do turista.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade