Publicidade

Estado de Minas

Ilhéus é a Princesinha do Sul do litoral baiano

Cidade que atrai turistas pelas belezas naturais já foi retratada em vários livros de Jorge Amado


postado em 20/08/2019 04:00 / atualizado em 19/08/2019 16:11

Cidade eternizada nos romances de Jorge Amado se destaca também pelo imenso litoral(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Cidade eternizada nos romances de Jorge Amado se destaca também pelo imenso litoral (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

 

Natureza exuberante, história e cultura. O litoral da Bahia encanta pela beleza, e são tantas as atrações que o sul baiano já foi cenário para muitos filmes e novelas. Essa região foi eternizada em romances que cruzaram os oceanos, publicados em dezenas de idiomas. Destaque para Ilhéus, conhecida como Princesinha do Sul, cheia de histórias, com um cheiro inconfundível de cravo e canela, um sabor inigualável de chocolate e ainda tendo a maior extensão de faixa de areia do litoral da Bahia.

 

Neste sul maravilhoso da Bahia, encontramos as mais belas praias do Brasil e uma cidade acolhedora, a famosa Ilhéus. Uma terra também cobiçada por sua riqueza, disputada através de séculos, mas onde hoje reina a mais absoluta paz. O município de Ilhéus também será para sempre conhecido como a terra de Jorge Amado, que na verdade nasceu na vizinha Itabuna, mas descreveu a cidade em muitos dos seus 49 livros. O enredo de Gabriela, cravo e canela se passa em Ilhéus do começo do século passado.

 

Ilhéus, a Princesa do Sul, já exportou cacau para o mundo todo e hoje vive do turismo e do seu porto. Com aproximadamente 180 mil habitantes, é o oitavo município mais populoso da Bahia, mas um lugar ainda com muito espaço para a natureza e vista de certos ângulos – como os mirantes da Piedade ou o do Alto da Conquista – ainda aparece uma imensidão de verde e azul. Nessa mistura de águas e cores encontramos a foz de um rio muito importante na região e que fica no Centro da cidade, o Cachoeiro.

 

Falando no Centro Histórico, o ciclo de prosperidade e poder dos senhores do cacau deixou muitas marcas na arquitetura de Ilhéus. O auge do Ciclo do Cacau na Bahia foi por volta de 1930. No início do século 20, as filhas dos coronéis e as filhas da elite local estudavam no complexo de arquitetura neogótica, que abriga uma escola, o convento e a Igreja Nossa Senhora Piedade, concluído em 1928. É uma das mais belas arquiteturas que ainda sobrevivem no Centro Histórico.

 

 

Catedral São Sebastião, com abóboda de 48 metros de altura, fica na principal praça da cidade(foto: Alexandre Guzanshe)
Catedral São Sebastião, com abóboda de 48 metros de altura, fica na principal praça da cidade (foto: Alexandre Guzanshe)

 

Já o Palácio Paranaguá foi construído em estilo neoclássico em 1907. O prédio, onde funcionava a prefeitura, sofreu algumas reformas ao longo do tempo, mas a arquitetura original foi preservada. Hoje, o palácio abriga uma secretaria municipal e também uma exposição permanente de fotografias de Ilhéus de várias épocas. A velha igreja da principal praça da cidade foi substituída pela Catedral São Sebastião, com sua abóboda de 48 metros de altura. Sua arquitetura é eclética e essa construção à época despertou muita polêmica, demorando quase 30 anos para ser concluída.

 

VESÚVIO É nessa praça que fica um bar/restaurante que ficou famoso em todo o mundo: o Vesúvio. Descrito no famoso romance Gabriela, cravo e canela, do escritor Jorge Amado, o Vesúvio completa 100 anos em 2019. O sobrado azul-claro passou recentemente por uma reforma e no andar de cima já abrigou um cinema e um cabaré frequentado pelo próprio Jorge, que morava ali pertinho. Aliás, as trajetórias do cacau e de Ilhéus se confundem com a obra do genial escritor, traduzida para mais de 45 idiomas. Atualmente, o restaurante/bar serve uma comida árabe maravilhosa e o curioso é que o seu interior exala um cheiro agradável de cravo e canela. Bem pertinho do Vesúvio, na Rua Jorge Amado, num palacete amarelo, fica a antiga residência da família Amado, onde o eterno Jorge viveu e escreveu seus primeiros textos e que, depois de reformada em 1997, foi transformada em Casa de Cultura Jorge Amado. O palacete foi construído em estilo neoclássico em 1920, ocupa área de 600 metros quadrados com cinco metros de pé-direito, piso de jacarandá e lindos azulejos ingleses. Nela, os visitantes encontram uma pequena exposição de roupas do escritor, objetos pessoais e uma lojinha.

 

O Bataclan, prostíbulo famoso nos áureos tempos do cacau, hoje abriga um restaurante e a reprodução do quarto da cafetina Maria Machadão
O Bataclan, prostíbulo famoso nos áureos tempos do cacau, hoje abriga um restaurante e a reprodução do quarto da cafetina Maria Machadão
 

 

Andando um pouquinho mais pelo Centro Histórico, encontramos um outro lugar muito descrito na obra literária de Jorge Amado, o famoso cabaré Bataclan. Próximo ao porto da cidade, e frequentado por boêmios, coronéis do cacau e a elite local, o Bataclan foi uma célebre casa noturna comandada pela famosa Maria Machadão. Muitas decisões políticas foram tomadas nas mesas desse famoso bar, que representou uma fase áurea daquela época.

 

Depois do apogeu, o Bataclan ficou fechado por muitos anos, sendo reformado no início dos anos 2000. A fachada continua a mesma, mas o cabaré e o cassino deram lugar a um ótimo restaurante de comida regional, e tem também uma reprodução do quarto da cafetina Maria Machadão e, vez ou outra, um animado forró pé de serra

 

O paraíso fica aqui 

 

Pousadas, hotéis e resorts do município baiano oferecem estrutura completa para que o visitante possa aproveitar ao máximo cada momento da viagem. 

 

 

(foto: Alexandre Guzanshe/em/d. a press)
(foto: Alexandre Guzanshe/em/d. a press)

 

A diversidade da região de Ilhéus é enorme. São rios, praias desertas, densos manguezais que se destacam no meio da mata atlântica. Surgem também as marcas do desenvolvimento e do urbanismo. No meio dessa natureza fabulosa encontramos pousadas, hotéis e resorts com ótimas estruturas para receber turistas a fim de relaxar e dar um tempo na vida apressada das grandes cidades.

Desse complexo todo, o que mais se destaca é o Cana Brava All Inclusive, localizado no distrito de Olivença, a 24 quilômetros do Centro de Ilhéus. Com localização superprivilegiada, o resort tem se destacado como um dos melhores de sua  categoria. Criado e mantido por brasileiros apaixonados pelo Sul da Bahia, o complexo hoteleiro abrange área total de 70 mil metros quadrados em contato com a natureza da mata atlântica e a brisa do mar.

 

A estrutura vem sofrendo alterações e melhorias são realizadas há seis anos seguidos. Agora, o Cana Brava atende ao mais alto padrão de regras internacionais de resort. Sua equipe está preparada para atender durante 24 horas por dia.

 

A experiência de estar em sintonia com a natureza e um alto conforto fazem com que os dias e as noites sejam incríveis. Piscinas, quadras de tênis, campo de futebol, spas, o clubinho da criança e a generosa equipe, e, claro, a comida regional, são os pontos altos do lugar.

 

RIO JARI Literalmente, no meio disso tudo passa um rio. De nome Jari, com águas correntes e de propriedades minerais radioativas, ele se encontra com o mar em frente ao resort. Mas o melhor disso tudo é sair da sua rede na varanda do quarto, que, lógico, tem vista para o mar, e tomar um sol acompanhado de uma água de coco geladinha e um delicioso acarajé oferecido no tabuleiro da baiana. E pra finalizar, aquele banho de mar numa praia quase deserta, só pra você. 

 

 

SERVIÇO

 

Cana Brava Resort

www.canabravaresort.com.br

(31) 3231-0268/(73) 

3269-8000

 

Bataclan

Praça José Marcelino, 177, 

Centro

www.bataclan.com.br

(73) 3084-3363

 

Bar Vesúvio

Praça Dom Eduardo, 190, Centro

(73) 98866-5312

 

Fazenda Capela Velha

S/N Margem direita do Rio Mocambo, zona rural de Uruçuca

(73) 99916-2181 – Carlos Tomich

Visitas agendadas e guiadas

 

Casa de Cultura 

Jorge Amado

Rua Jorge Amado, 21, Centro

Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9 às 12h e das 14 às 18h; aos sábados, das 9 às 13h

Ingresso: R$ 5 

 

* O repórter viajou a convite do Cana Brava All Inclusive Resort 

 

 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade