Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Caminho de Santiago brasileiro

Roteiro que contempla a natureza e biodiversidade do estado de São Paulo tem como cenário o Parque Nacional da Serra da Bocaina


postado em 04/06/2019 04:13

 

 

O roteiro “Caminho da Bocaina – Uma Peregrinação na Natureza” é uma travessia da Serra da Bocaina no sentido Oeste/Leste, para todos que gostam de se aventurar pelos rincões desconhecidos, sertões pouco desbravados e imensidões sem a presença humana. O roteiro criado em 2016 tem 93 quilômetros de extensão integrando as cidades do Vale Histórico Paulista. O percurso passa pelos municípios de Silveiras, Areias, São José do Barreiro, Arapeí e termina em Bananal, no extremo do estado de São Paulo na divisa com o Rio de Janeiro, sem passar pelos centros “urbanos”. Seu trajeto é totalmente por trilhas e caminhos nas montanhas, cruzando florestas, pequenas propriedades rurais e cachoeiras.


 É nesse cenário que a agência especializada em ecoturismo MW Trekking realizará o roteiro ecológico para o feriado de Corpus Christi, de 20 a 23 de junho. Passeio ideal para quem quer se integrar e comungar totalmente com a natureza sentindo a adrenalina da aventura em meio à floresta e a liberdade de desbravar caminhando pelas belíssimas paisagens.


A programação é extensa. Começa em 20 de junho, com check- in na sede da agência de onde partirá condução para o sertão de Silveiras, cidade que dará início a aventura. Durante os quatro dias de passeio, paradas estratégicas para curtir as mais belas paisagens, banhos de cachoeiras, caminhadas em vales, observação de pássaros e toda a biodiversidade local,

confraternizações e comunhão total com a natureza. No meio do caminho, paradas nas cachoeiras Dos Pilões, das Marrecas e Jacu Pintado. Para dormir, os “peregrinos” ficarão hospedados em pousadas e em casas de pau a pique de colonos, no meio da floresta. Esse roteiro é pura aventura e a cada parada o participante terá seu passaporte do Caminho da Bocaina carimbado. Mas vale lembrar que o roteiro tem grau alto de dificuldade e, portanto, não é recomendável para pessoas com pouca resistência ou sedentárias.
 
Mais informações: www.mwtrekking.com.br


Publicidade