Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Descubra o Mar Morto

Um dos principais atrativos da região, entre a fronteira da Jordânia e Israel, o lago apresenta aos turistas uma experiência indescritível


postado em 14/05/2019 05:10

O alto nível de salinidade torna praticamente impossível afundar em suas águas(foto: Cecília Pinto Coelho/Esp. para o CB/D.a PRESS)
O alto nível de salinidade torna praticamente impossível afundar em suas águas (foto: Cecília Pinto Coelho/Esp. para o CB/D.a PRESS)

Lago de água extremamente salgada no Oriente Médio, localizado entre a fronteira da Jordânia e Israel, o Mar Morto é um dos principais atrativos da região. Fica a mais de 400 metros abaixo do nível do mar, sendo, portanto, o local mais baixo da Terra.
Sua água é morna, calmante e cerca de 10 vezes mais salgada que a água do mar. O alto nível de salinidade, 31,5%, torna praticamente impossível afundar em suas águas, fazendo a diversão dos turistas que boiam no local. É uma experiência realmente incrível.
A costa leste jordaniana do Mar Morto desenvolveu-se com o turismo de tratamento de beleza e saúde. Uma série de spas e hotéis se alinha na costa e atrai visitantes de todo o mundo, de olho nos benefícios medicinais da água. Laboratórios produzem uma variedade de xampus, sais de banho, hidratantes, removedores de maquiagem, tônicos de pele, entre outros produtos. A água é rica em sais e minerais, responsáveis por desintoxicar e estimular o metabolismo, equilibrar os níveis de pH e aumentar a proteção das camadas da pele, reduzir inchaço, relaxamento muscular e regular o equilíbrio de água do corpo.
Os benefícios terapêuticos do Mar Morto são conhecidos pelo ser humano há pelo menos 2 mil anos. Uma combinação única das condições climáticas e elementos têm sido comprovadas como extremamente benéficas e oferecem tratamentos naturais para doenças crônicas, problemas dermatológicos e condições respiratórias. Além disso, a lama do Mar Morto, ou pelloid, é rica em minerais de sedimentos aluviais enriquecida com componentes de sulfeto. Ela mantém bem o calor e pode ser espalhada sobre o corpo para limpar a pele e aliviar dores reumáticas ou ocasionadas por artrites.
A área ao redor do Mar Morto também tem um significado espiritual para os judeus e cristãos. Acredita-se que esse é o lugar onde Deus em primeiro lugar falou com o homem. É a Terra Santa, onde Deus deu os seus Dez Mandamentos a Moisés, onde Jó sofreu e foi recompensado por sua fé, onde Jesus foi batizado por João, e onde Jacó lutou com o anjo de Deus. No livro de Gênesis, Deus refere-se ao Vale do Rio Jordão ao redor do Mar Morto, como o “Jardim do Senhor”, e acredita-se ser o local do Jardim do Éden.
Para saber mais sobre a Jordânia, acesse www.visitjordan.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com.


Publicidade