Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Neve, cerveja e chocolate o ano todo


postado em 05/03/2019 05:06

Na sowland, o turista tem oportunidade de curtir a neve aqui no Brasil(foto: Splash Studio /Divulgação)
Na sowland, o turista tem oportunidade de curtir a neve aqui no Brasil (foto: Splash Studio /Divulgação)

 

A novidade também volta e meia se apresenta na cidade. Essa peculiaridade recorrente foi lembrada em um dos ônibus de dois andares voltados para o turista conhecer atrações locais, que extrapolam e muito as chocolaterias, uma delícia de algumas marcas e boa fama pontilhadas pela cidade.


Depois da tradicional saudação, o guia faz um alerta, antes de “cantar” o roteiro do passeio daquela manhã: “Mesmo para quem conhece, Gramado não é uma cidade para ficar muito tempo longe dela”. E os motivos são vários. Afinal, destaca o mesmo guia, há sempre uma nova atração pipocando, independentemente de ser alta temporada ou não. A reportagem visitou a cidade no final de janeiro e assistiu a um festival de música erudita.


Durante uma semana, apresentações e oficinas com orquestras e corais de vários pontos do país e estrangeiros. Outro exemplo dessa constância em se renovar, com eventos que cativam o turista, pôde ser conferido nas obras para turbinar o único parque de neve das américas, o Snowland. Inaugurado em 2013, com picos mensais de 30 mil visitantes na baixa temporada, e 50 mil na alta, onde o ski e o snowbord são uma prática esportiva acessível até mesmo para iniciantes, com a ajuda de instrutores, e roupa disponível e compatível com a baixa temperatura.


Em janeiro, auge do verão, quando no Brasil as praias são normalmente os locais mais procurados, Gramado registrou, ainda assim, o vaivém considerável de turistas visitando parques, museus, lojas – sim, lá é também um bom lugar para comprar roupas de lã e casacos de couro. Além dos restaurantes e cafés da melhor tradição gastronômica, o café colonial é imperdível – uma herança de alemães, com quintutes e bebidas da melhor qualidade. Para os cervejeiros de plantão, vale o registro, Gramado vem se tornando cidade considerável na produção de cervejas artesanais do país. Desde outubro de 2015, Gramado, juntamente com Canela e Nova Petrópolis, faz parte da rota cervejeira da Serra Gaúcha.


Publicidade