Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Marzão aqui em Minas

Lago de Furnas é grande atração para os mineiros que querem curtir as belezas naturais e os esportes aquáticos


postado em 08/01/2019 05:05

Cachoeira do Lago Azul tem água cristalina e acesso fácil para banhistas(foto: Marden Couto/TM/Divulgação %u2013 15/4/16)
Cachoeira do Lago Azul tem água cristalina e acesso fácil para banhistas (foto: Marden Couto/TM/Divulgação %u2013 15/4/16)



Engana-se quem disse que em Minas não tem mar. Tem sim. Mar de água doce, com praia e cachoeiras. Situada a 276 quilômetros da capital, Capitólio tem como principal atrativo o Lago de Furnas, conhecido também como Mar de Minas. O lago foi projetado em 1963, quando da criação da Usina Hidrelétrica de Furnas, e abrange 34 municípios. É um dos maiores lagos artificiais do mundo, com 1.406,26 quilômetros quadrados. A paisagem é tão linda que vale a pena admirá-la da parte alta dos cânions e também fazer um passeio de barco, lancha, chalana ou escuna.


Em Escarpas do Lago está localizada a maior marina de água doce da América Latina e é comum encontrar pessoas praticando esportes náuticos, como wakeboard, stand up paddle, esqui e jet ski. A região conta com gigantescos lagos de água verde-esmeralda – uma verdadeira praia para quem está a 600 quilômetros do litoral.


Situado entre a Serra da Canastra e o lago, o município é atrativo também pelos cenários naturais. Além do próprio lago, que tem o maior número de barcos e lanchas de Minas, há vários acessos para a Serra da Canastra, indicados para veículos tracionados, bicicletas e motos. A Lagoa Azul, localizada às margens da rodovia MG-050, tem vários pontos em que é permitido o acesso de banhistas, além de duas cachoeiras. A primeira é a do Lago Azul, de água cristalina, a mais famosa e mais procurada, por suas piscinas naturais, a outra deságua na represa de Furnas. De lá partem as escunas e lanchas que fazem passeios pela represa e pelos cânions. A taxa individual para visitação é de R$ 35.


Publicidade