Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Caminhada pelas igrejas barrocas


postado em 20/11/2018 05:06

Igreja Nossa Senhora do Carmo é um dos monumentos mais admiráveis do rococó em Minas(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press %u2013 21/10/14)
Igreja Nossa Senhora do Carmo é um dos monumentos mais admiráveis do rococó em Minas (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press %u2013 21/10/14)

 

 

Não é preciso ter fé cristã, tampouco adorar altares para cumprir um belo roteiro de visitas pelos caminhos que levam às igrejas barrocas de São João del-Rei, na Região Central de Minas Gerais. É a pura história da paixão e da religiosidade extremada, além da arte, claro, que torna essa viagem emocionante. Marque o seu ponto de partida na Rua dos lampiões até o Largo do Carmo.


Uma cidade histórica, de construções do século 18, da música, das artes sacras, que ouve os sinos ainda hoje, adornada por raridades do rococó e pelas obras do mestre Aleijadinho, não deixaria de oferecer raro acervo de suas igrejas. Parte delas surgiu das iniciativas das irmandades que conviviam não sem atritos desde tempos antigos de São João del-Rei.
Comece pela Igreja que foi matriz, a de Nossa Senhora do Rosário. Primeira irmandade a ser formada, em 1708, antes que a vila fosse oficialmente criada, já tinha capela própria 11 anos depois de sua criação. A construção se ergue numa das entradas da Rua Direita, resultado da ampliação no século 18.


O projeto inicial da matriz da irmandade do Santíssimo Sacramento foi erguido às margens do córrego Lenheiro, e mais tarde transferido para o local. Segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é uma autêntica matriz mineira do século 18, com retábulos da primeira fase do barroco e da transição para o estilo Dom João V.
Do adro, é possível avistar poucos metros adiante a Igreja de Nossa Senhora das Mercês, com sua estrutura curvilínea, adro e escadaria singulares. Retorne à Rua Direita e caminhe por poucos quarteirões até se deparar da calçada estreita com um inesperado largo, o da Igreja do Carmo, onde a irmandade de Nossa Senhora do Carmo fez de uma capela um dos monumentos mais admiráveis do rococó em Minas Gerais.


O Iphan classifica como esplêndidos os anjos do Aleijadinho, que, na Igreja do Carmo, seguram escapulários e cartelas como profecias de Isaías relativas à Virgem do Carmo. Conheça ainda a origem do Cristo inacabado. A imagem foi encontrada, sem os braços, durante uma reforma, e é cercada de mistérios. O prazer de conhecer o que esse rico patrimônio tem para contar continua em outros trajetos que o visitante certamente vai descobrir. Basta explorar esse solo abençoado pela história mineira.


Publicidade