Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Cidade cartão-postal

Curitiba tem atrações imperdíveis, como o Jardim Botânico, museus, parques e espaços culturais


postado em 13/11/2018 05:06

O Museu Oscar Niemeyer tem no acervo mais de 2 mil obras de artistas de renome internacional(foto: Marden Couto/TM/Divulgação)
O Museu Oscar Niemeyer tem no acervo mais de 2 mil obras de artistas de renome internacional (foto: Marden Couto/TM/Divulgação)



Logo que cheguei a Curitiba, dei de cara com um painel maravilhoso no aeroporto, e fui pesquisar quem era Poty, o nome que assinava a obra. Foi quando descobri que o desenhista e muralista curitibano Poty Lazzarotto (1924-1998) foi responsável por espalhar mais de 40 obras de arte pela cidade, que retratam a história e o cotidiano da região.


Há enormes murais de azulejos, com cores vibrantes, ou de concreto, com esculturas feitas em alto-relevo. As obras de Poty podem ser vistas, por exemplo, no Centro Histórico, na Torre de TV, no Mercado Municipal, e no Aeroporto Internacional Afonso Penna.


Como adoro um ônibus turístico, claro, embarquei no de Curitiba. O passeio sai da Praça Tiradentes a cada 30 minutos e passa por 23 atrações, como parques, museus, teatros, mirantes, espaços culturais, Centro Histórico, bairro gastronômico, memoriais étnicos e mercado. O ônibus circula de terça a domingo, das 9h às 17h30, e custa R$ 45. A gente pode subir e descer em quatro pontos diferentes.

 

>>  COLORIDO DAS FLORES - O Jardim Botânico realmente é tudo aquilo que a gente vê na televisão. O cartão-postal de Curitiba é lindo, com cada coisa em seu lugar. São milhares de florzinhas coloridas, espalhadas minuciosamente por um extenso jardim muito bem cuidado. Aquela construção de ferro e vidro é uma estufa, inspirada no Palácio de Cristal, de Londres, e abriga espécies da flora brasileira. Dá para caminhar entre as plantas, que são todas identificadas, e subir até o segundo andar, de onde se tem uma vista privilegiada do lugar. Tem ainda o Museu Botânico, com espaço para exposições, biblioteca e auditório, e o Jardim das Sensações, trilha de 200 metros que a gente percorre de olhos vendados, e vai descobrindo as plantas com os demais sentidos. Funciona diariamente, das 6h às 19h30, e a entrada é franca. Outro passeio imperdível é ao Museu Oscar Niemeyer. Conhecido também como Museu do Olho, devido ao formato do prédio anexo, o lugar é dedicado às artes visuais, ao design, à arquitetura e ao urbanismo. Tem no acervo mais de 2 mil obras de artistas de renome internacional. Na época, vi a exposição Ásia, a terra, os homens, os deuses, com 200 peças de mais de 10 países asiáticos. Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada custa R$ 20, mas às quartas-feiras é franca.

>>  Bosque Alemão - O bosque tem uma trilha de 15 minutos que conta a história de João e Maria em totens espalhados pelo percurso. No meio do caminho tem a Casa da Bruxa, com contação de histórias nos fins de semana. O lugar é bem cuidado, com caminho de pedras, escadas e pontes de madeira. A dica é entrar pela portaria de cima do bosque, pois a gente pega a sequência certa da história e a caminhada fica mais leve. Funciona diariamente, das 8h às
20h, e a entrada é franca.

>>  Torre Panorâmica - O mirante da torre tem 109 metros de altura e permite uma visão de 360 graus da cidade. Lá de cima dá para ver como foi feito o planejamento urbano de Curitiba, com o primeiro BRT (Bus Rapid Transit) do Brasil, aqueles ônibus que circulam por vias próprias. Avistamos também as cidades vizinhas e a Serra do Mar. A torre é aberta de terça a domingo, das 10h às 19h, e a entrada custa R$ 6.


Publicidade