Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO MINEIRO

Cruzeiro: hora de provar força contra o Athletic no Mineiro

Cruzeiro abre semifinal sob desafio de romper a melhor defesa do Estadual e tentar decidir em vantagem, outra vez no Mineirão


22/03/2022 13:29 - atualizado 22/03/2022 16:19

O atacante Edu é uma das esperanças celestes diante de um adversário que levou apenas quatro gols em 11 partidas na competição
O atacante Edu é uma das esperanças celestes diante de um adversário que levou apenas quatro gols em 11 partidas na competição (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press - 9/2/22)

Depois de ser superado na última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro pelo Athletic, o Cruzeiro tenta recuperar a vantagem nas semifinais vencendo o primeiro jogo contra o time de São João del-Rei, hoje, às 20h30, no Mineirão. Por ter terminado em segundo lugar, a equipe do interior joga por dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo placar. A partida de volta foi confirmada para sábado, às 16h30, também no Gigante da Pampulha – não houve condições técnicas para uso do VAR, que começa a ser adotado agora no Estádio Joaquim Portugal.
 
 
Se vencer a partida de logo mais, a Raposa poderá jogar pelo empate no confronto do fim de semana. Já no caso de revés, a situação vai ficar complicada, até pela qualidade demonstrada pelo Esquadrão de Aço.

“Vão ser jogos muito difíceis. A gente está enfrentando, talvez, a equipe mais sólida do campeonato, tanto que é a que menos sofreu gols. É uma equipe muito compacta e muito agressiva na marcação. Então, temos de ter muito cuidado, mas a gente também sabe da nossa qualidade, do nosso potencial e o que a gente almeja no campeonato. A gente sabe que a vantagem por dois resultados é deles, mas a gente tem trabalhado muito forte para poder fazer um grande jogo, tanto amanhã (hoje) quanto no sábado e, se Deus quiser, conquistar a classificação à final”, afirma o atacante Edu, artilheiro celeste na temporada, com oito gols em 10 jogos.

Como a maioria dos titulares, ele ficou fora do duelo de sábado, em Patrocínio, onde o Cruzeiro foi derrotado por 2 a 1 pelo Patrocinense, o que contribuiu para a perda do segundo lugar. Com isso, viu Hulk, do Atlético, se isolar na artilharia do Estadual, com seis gols, um a mais que ele próprio já fez.

Agora, é uma das esperanças da torcida para que a equipe saia vencedora, mas prefere dividir os méritos com os companheiros. “Minha boa fase é pelo trabalho coletivo. Nossa equipe é bem intensa, estamos sempre muito próximos do gol e sempre procurando o companheiro melhor colocado. É um início de ano importante, que nos traz muita confiança. E temos conseguido ajudar a equipe a conquistar os resultados. Esperamos continuar assim, fazer um grande ano e conquistar nossos objetivos na temporada.”

Apesar de ninguém na Toca ter gostado do placar no último jogo, Edu garante que a confiança segue alta entre companheiros e comissão técnica. “A gente está tranquilo, bem focado, sabendo que será um confronto bem difícil. O (técnico) Paulo Pezzolano fez um bom trabalho, deu o melhor nos últimos dias, para a gente desempenhar um bom futebol. Agora, estamos concentrados no Athletic, jogos complicados, mas temos condições de avançar”, declara o camisa 99.

Ainda pela segunda rodada do Mineiro, o Cruzeiro fez 1 a 0 no Athletic, em São João del-Rei, em 30 de janeiro. Foi apenas o segundo jogo sob o comando do técnico uruguaio O gol foi de Bruno José, no início do segundo tempo, mas o que também ficou na memória foi um adversário extremamente aplicado.

Os dois times estão em outra etapa na temporada e a expectativa é novamente de muita disputa. “Os jogos agora serão completamente diferentes do que enfrentamos em São João del-Rei. O time deles é muito qualificado, sólido, mas vamos dar o nosso melhor para conquistar a vaga na final, tão sonhada por nós. Está tudo em aberto, não tem favorito, camisa não ganha jogo. Temos de ir 100% focados para conquistar a classificação”, argumenta Edu.

FORMAÇÃO Para o jogo de hoje, Pezzolano deverá mandar a campo a mesma formação que venceu o Tuntum-MA, na semana passada, na partida única da segunda fase da Copa do Brasil, no interior do Maranhão. Isso será possível porque o armador Fernando Canesin, que deixou o duelo contra o Tuntum reclamando de dor na coxa direita, ter se recuperado. Já o volante Filipe Machado foi relacionado depois de se livrar de incômodo no joelho, mas deve começar no banco de reservas. O zagueiro Sidnei, o armador Giovanni e o atacante Vítor Leque não foram relacionados.


Cruzeiro x Athletic

Cruzeiro
Rafael Cabral; Rômulo, Lucas Oliveira, Eduardo Brock e Rafael Santos; Willian Oliveira, Fernando Canesin e João Paulo; Vítor Roque, Edu e Waguininho
Técnico: Paulo Pezzolano
Athletic
Pedro Souza (Lee); Wallison, Sidimar; Danilo e Vinícius Silva; Diego Fumaça, Wallisson Luiz e Antônio Falcão (Kadu) e Michael Paulista (Douglas Santos); Alason Carioca e Rafhael Lucas
Técnico: Roger Silva
Jogo de ida das semifinais do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Horário: 20h30
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Junio de Souza
VAR: Marco Aurélo Augusto Fazekas Ferreira
Cruzeirense pendurados: Edu e Oliveira


O adversário
Embalado

Com quatro vitórias seguidas, nos quais não sofreu gols, o Athletic aposta no bom desempenho da defesa para eliminar o Cruzeiro e chegar à decisão do Campeonato Mineiro. O último revés foi em 15 de fevereiro, quando caiu por 1 a 0 para o Atlético, no Mineirão. Desde então, superou Democrata-GV (1 a 0), URT (4 a 0), Caldense (1 a 0) e Villa Nova (1 a 0). “É minha maior alegria, pois entendo que time vitorioso é aquele que toma poucos gols. Tenho valorizado muito isso”, disse o técnico Roger Silva, que, curiosamente, era goleador quando atuava como atacante. O único desfalque é o volante Emerson, que segue em transição física.


Dirigente exige transferência das Tocas I e II para a SAF, que assumiria dívidas tributárias de R$ 180 milhões
Dirigente exige transferência das Tocas I e II para a SAF, que assumiria dívidas tributárias de R$ 180 milhões (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press %u2013 26/1/22)

Ronaldo diz que não desiste, mas cobra o Conselho


O ex-jogador Ronaldo garantiu que não desistirá da aquisição de 90% das ações da Sociedade Anônima do Futebol do Cruzeiro, porém, jogou a decisão nas mãos do Conselho Deliberativo do clube. A conclusão do negócio com o empresário será votada em reunião extraordinária às 18h30 de segunda-feira, 4 de abril, no parque esportivo do Barro Preto.

A posição passada pelo dirigente aos conselheiros é para que as Tocas I e II, de propriedade da associação civil, sejam transferidas para a SAF. Em troca, o grupo do ex-camisa 9 da Seleção Brasileira assumiria o pagamento integral da dívida tributária do clube, hoje calculada em R$ 180 milhões e com parcelas mensais acima de R$ 1 milhão até 2032.

“Não vou desistir do Cruzeiro, está longe da minha cabeça. Mas as cartas estão na mesa. Acho que a minha posição está muito clara para o Conselho. Continuamos trabalhando aqui firmes e fortes, pensando no futuro do Cruzeiro. Agora, a decisão é do Conselho do Cruzeiro, e não minha”, disse o investidor, em live ontem em seu canal no Twitch.

O Conselho Fiscal do Cruzeiro enviou carta ao presidente Sérgio Santos Rodrigues, à qual o colunista Jaeci Carvalho, do Superesportes, teve acesso, solicitando vasta documentação da atual gestão celeste. Um dos contratos pedidos é o pacto formalizado entre o clube e a XP Investimentos, empresa que intermediou o acordo entre a associação e o ex-jogador Ronaldo na negociação de 90% das ações da SAF celeste.

PAPÉIS EXIGIDOS Os documentos solicitados são os seguintes: o acordo tributário no qual a Toca I se encontra em garantia; situação real de todos os imóveis do Cruzeiro documentada (Toca da Raposa I, Toca da Raposa II, Clube do Barro Preto, Sede Campestre e Sede do Barro Preto); salário de todos os funcionários do clube durante toda a gestão do Sergio Santos Rodrigues, com documentos comprobatórios.

Além disso, a documentação ligada ao contrato do Cruzeiro com a XP Investimentos; o contrato com a Alvarez & Marsal; o acordo com a BeerOrCoffee, contrato e distrato com a WeWork, e de todas as alterações que ocorreram durante o período. E ainda o balanço mensal de toda a gestão de Sergio Santos Rodrigues, inclusive 2022.
Na carta, o Conselho Fiscal dá ao presidente do Cruzeiro o prazo de 72 horas para ter suas exigências atendidas. Assinam o documento Célio Elias (Presidente do Conselho Fiscal), Demetrius Granata Pereira, Silvério Papa Ferreira, Dager do Rosário Miranda e João Bosco Moura Tonucci.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade