Publicidade

Estado de Minas SÉRIE A

Invicto há cinco jogos, América quer 'outubro verde'

Dos sete jogos que disputará no próximo mês, quatro serão confrontos diretos na luta contra o rebaixamento


30/09/2021 13:02 - atualizado 30/09/2021 14:18

Time do técnico Vagner Mancini quer se distanciar do rebaixamento e mira vaga na Sul-Americana
Time do técnico Vagner Mancini quer se distanciar do rebaixamento e mira vaga na Sul-Americana (foto: João Zebral/América)

Invicto há cinco jogos, o América quer estender a boa fase na Série A do Campeonato Brasileiro. Com esse objetivo em mente, os comandados de Vagner Mancini miram um 'outubro verde': dos sete jogos que disputarão no próximo mês, quatro serão confrontos diretos na luta contra o rebaixamento – que também podem se tornar decisivos pensando no sonho da vaga na Copa Sul-Americana.

Apesar de ter perdido apenas um dos últimos 10 jogos, o América se encontra próximo à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, em 15º lugar, com 24 pontos, apenas um ponto à frente do Bahia (17º), primeiro na zona da degola. No sábado, às 17h, o time encara o Cuiabá, 10º colocado, com 29, pela 23ª rodada. A partida será realizada na Arena Pantanal, em Cuiabá-MT, sob temperatura que pode chegar aos 390C.}



O Coelho vem de empates consecutivos com gigantes do futebol brasileiro: Corinthians (1 a 1) e São Paulo (0 a 0), fora de casa, e Flamengo (1 a 1), em BH. Antes, ganhou de Ceará e Athletico-PR, por 2 a 0, no Independência. O último revés foi há mais de um mês, em 23 de agosto: 2 a 0 diante do Bragantino, pela 17ª rodada, no Horto. A invencibilidade de cinco jogos não é obra do acaso, uma vez que a equipe encaixou um sistema equilibrado, com boa postura defensiva e criatividade no ataque.

Ainda que precise aprimorar as finalizações, conforme dito pelo técnico Vagner Mancini, o América demonstra condições de brigar no nível de grande parte dos oponentes na Série A. Os torcedores mais otimistas miram a conquista de uma vaga na Sul-Americana. Atualmente, o Atlético-GO é o 12º colocado e 'fecha' o grupo que, até então, garante o direito de disputar o torneio em 2022. Os goianos têm 27 pontos – apenas três a mais que o Coelho.

Todavia, o foco inicial é se distanciar do Z4. Neste momento, o risco de queda é de 32,2%, segundo o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da UFMG . Os cálculos indicam que uma equipe com 46 pontos tem mais de 98% de chances de ficar na Primeira Divisão. Por essa meta, o América precisa somar 22 dos 48 restantes (45,83% em 16 rodadas). Se alcançar esse objetivo com antecedência, o alviverde passará a sonhar com a Copa Sul-Americana, que pode contemplar até o 15º na Série A em meio ao cenário favorável de o G6 – zona de classificação à Libertadores de 2022 – se transformar em G9.

jogos O time de Vagner Mancini terá sete compromissos em ou- tubro. Entre eles, quatro diante de equipes que também brigam contra o descenso no Brasileirão. Além do Cuiabá, neste mês de outubro o Alviverde enfrentará Juventude (14º), Bahia (17º) e Santos (16º). Todos adversários diretos, inclusive, por uma vaga na Sul-Americana.

No primeiro turno, o Coelho teve desempenho 'oscilante' contra as equipes da parte de baixo da tabela. Houve empates insatisfatórios em casa contra Cuiabá e Juventude (0 a 0 e 1 a 1), mas boas vitórias sobre Bahia e Santos (4 a 3 e 2 a 0). Em compromissos que prometem ser mais duros, o América fará três jogos contra equipes da parte de cima da classificação. Palmeiras (2º), Internacional (7º) e Fortaleza (3º) estão no caminho do Coelho no próximo mês.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade