Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Atlético x Boca Juniors: árbitro da final da Copa América apitará o jogo

Duelo será disputado na terça-feira, às 19h15, no Mineirão


16/07/2021 13:02

Esteban Ostojich tem apitado jogos decisivos na América do Sul (foto: (Foto: Cesar Greco/Palmeiras) )
Esteban Ostojich tem apitado jogos decisivos na América do Sul (foto: (Foto: Cesar Greco/Palmeiras) )

O árbitro uruguaio Esteban Daniel Ostojich Vegah, de 39 anos, será o responsável por apitar a partida de volta entre Atlético e Boca Juniors, na próxima terça-feira, às 19h15, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Ele mediou a final da Copa América no último sábado, no Maracanã, vitória da Argentina por 1 a 0 sobre o Brasil.

Ostojich é árbitro da FIFA desde 2016. Hoje, ele é considerado um dos principais juízes do futebol sul-americano. Há uma grande pressão em relação ao jogo no Gigante da Pampulha por causa da polêmica arbitragem do duelo na Bombonera.


A Conmebol suspendeu o árbitro Andres Rojas e o árbitro de vídeo Derlis Lopez pela anulação do gol do Boca contra a equipe mineira, no jogo na Argentina. Com auxílio do VAR, foi marcada infração do atacante Briasco em cima do zagueiro Nathan Silva em disputa de bola anterior ao gol do Boca Juniors. Para a arbitragem, o jogador do clube argentino empurrou o defensor alvinegro quando este subia para cortar a bola de cabeça da área.

Na Argentina, houve forte repercussão da arbitragem. A imprensa considerou um erro grave do árbitro. Chamou a atenção também o comportamento do meia Nacho Fernández, que reclamou muito e teria ajudado a 'convencer' o árbitro a rever o lance.

No Brasil, o presidente do Atlético, Sérgio Coelho, demonstrou incômodo com a atitude da Conmebol. "O lance era para ser anulado sim. Todos podem comprovar vendo o tape. O atacante do Boca empurrou com as duas mãos o nosso defensor Nathan. Está claro para todo mundo que ele foi empurrado, não tem como discutir não, isso é fato. Além da decisão do juiz ter sido correta depois de ver o VAR, os árbitros do VAR também confirmaram que havia uma falta. Não tem dúvida disso. Inclusive, tem gravações da conversa deles. Não tem o que reclamar. Reclamar porque anularam um gol que tinha que ser anulado? Não tem o que reclamar, no meu ponto de vista", disse.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade