Publicidade

Estado de Minas CRUZEIRO

Cruzeiro: Bissoli diz que está pronto para 'jogar o mais rápido possível'

Atacante aguarda registro no BID e pode ficar à disposição já no duelo diante do América, no próximo domingo, pelo Estadual


05/05/2021 07:05 - atualizado 05/05/2021 07:11

Bissoli foi avaliado por Charles Costa, fisioterapeuta do Cruzeiro(foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Bissoli foi avaliado por Charles Costa, fisioterapeuta do Cruzeiro (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Guilherme Bissoli terá cinco sessões de treino na Toca da Raposa II para convencer o técnico Felipe Conceição de que já tem condições técnicas de estrear pelo Cruzeiro no próximo domingo, contra o América. O duelo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro está marcado para as 16h, no Independência.  

Nessa terça-feira, quando foi apresentado oficialmente pelo clube e respondeu aos questionamentos de jornalistas, o atacante de 23 anos garantiu que, fisicamente, está preparado para jogar. Em 25 de abril, Bissoli participou da vitória do Athletico-PR por 2 a 1 sobre o Rio Branco-PR, pelo Campeonato Paranaense.

“Eu estou pronto. Vinha participando dos jogos, jogando, se for possível eu jogar o mais rápido possível, estarei preparado, estarei à disposição com toda vontade e determinação. Espero o mais rápido possível ajudar a equipe do Cruzeiro”, projetou.

A expectativa é de que Bissoli seja registrado no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), até sexta-feira. Como trata-se de uma transação entre equipes nacionais, a tendência é que o atacante ganhe condições de pelo menos ficar no banco de reservas da partida de domingo.

Apesar da animação para vestir a camisa do Cruzeiro, Bissoli não encontrará vida fácil na briga por uma vaga na equipe. Camisa 10 e principal líder do elenco, o atacante Rafael Sobis ocupa a posição de centroavante, a mesma do reforço vindo do Athletico-PR.

Em sua apresentação, Bissoli disse que poderia exercer a função pelos lados do campo. Em entrevista ao Superesportes, no entanto, o técnico Dorival Júnior, responsável por lançá-lo na equipe profissional do São Paulo e por dar chances no Athletico-PR, avaliou que o atacante rende mais como centroavante, atuando como ‘camisa 9’.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade