Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Atlético inicia maio decisivo com semifinal do Mineiro contra o Tombense

Com jogo decisivo terça, pela Libertadores, Cuca estuda poupar principais jogadores do Atlético no primeiro duelo das semifinais do Estadual


01/05/2021 04:00 - atualizado 01/05/2021 08:16

Se as mudanças se confirmarem e for a campo uma formação mista, o meio-campo Nathan é um dos cotados para compor a equipe(foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS - 2/8/20)
Se as mudanças se confirmarem e for a campo uma formação mista, o meio-campo Nathan é um dos cotados para compor a equipe (foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS - 2/8/20)

Em fevereiro, o Atlético vivia a “ressaca” pela perda do título do Campeonato Brasileiro, mas já estabelecia metas para a temporada de 2021. E o planejamento alvinegro era claro: chegar em maio pronto para uma sequência de decisões. E a primeira partida do mês é neste sábado (1/5), contra o Tombense, pela ida da semifinal do Campeonato Mineiro. A bola rola às 16h30, no Independência, em duelo que coloca frente a frente os finalistas do último Estadual.

A equipe de Tombos escolheu mandar o jogo em Belo Horizonte por questões financeiras, com o objetivo de aumentar a exposição da marca e dos jogadores. A decisão agradou ao atual campeão, Atlético, que evitou o desgaste gerado por um deslocamento de 450 quilômetros em meio a partidas decisivas do Grupo H da Copa Libertadores.

Na terça-feira, o time alvinegro recebe o Cerro Porteño-PAR, pela terceira rodada do torneio continental. O duelo, marcado para as 19h15, no Mineirão, opõe os líderes da chave e pode encaminhar a classificação do vitorioso às oitavas de final. Por isso, o técnico Cuca quer ter força máxima contra os paraguaios e deve poupar os mais desgastados no Mineiro.

As rodadas restantes da fase de grupos da Libertadores serão disputadas nas quatro próximas semanas. Maio ainda reserva o jogo de volta da semifinal do Estadual, no próximo sábado, às 16h30, no Mineirão, e a estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Fortaleza. Se avançar no Mineiro, a equipe terá as finais (contra América ou Cruzeiro) neste mês.

Cuca vai fazer modificações no time titular. Escalado nas duas últimas partidas, o lateral-direito Mariano tende a ser poupado, dando lugar a Guga. Na outra ala, Dodô é opção para a vaga de Guilherme Arana. Na zaga, Réver ganharia oportunidade ao lado de Igor Rabello ou Junior Alonso. O defensor paraguaio avaliou a série decisiva em maio.

“É um calendário realmente bem apertado, porque temos partidas decisivas: semifinais e, se tudo sair bem, finais. Temos a Libertadores, uma viagem à Colômbia e outra ao Paraguai (para enfrentar América de Cali-COL e Cerro Porteño-PAR, respectivamente). O que podemos fazer é render o máximo nas partidas e, depois, começar a recuperação”, disse.

Num momento decisivo, ele ressalta a força do grupo: “O técnico dispõe de outros jogadores também. Somos um elenco amplo, em que todos esperam uma oportunidade. É impossível querer que um jogador ou os mesmos 11 joguem todas as partidas. Todos terão oportunidade e isso é muito bom para a competitividade, pois todos estarão preparados”.

OPÇÕES

No meio-campo, uma mudança em relação à vitória da terça por 2 a 1 sobre o América de Cali-COL, no Mineirão, é forçada. O meia argentino Matías Zaracho sofreu entorse no tornozelo direito no jogo da Libertadores e está fora. Nathan e Allan são os principais candidatos à vaga no setor, que pode não ter Tchê Tchê e Nacho Fernández. A tendência é que pelo menos o ex-jogador do River Plate seja poupado.

Para o ataque, as opções de Cuca são variadas – e as decisões serão baseadas no nível de desgaste físico de cada um. O trio escalado na Libertadores foi formado por Savarino, Keno e Eduardo Vargas. Hulk entrou no segundo tempo na vaga do chileno e marcou os gols da vitória. Outras opções são Marrony e Eduardo Sasha. Recuperado de lesão na coxa direita, Diego Tardelli pode ser relacionado para o banco de reservas.

O adversário

Técnico novo e quatro desfalques

O Tombense terminou a fase classificatória do Mineiro na quarta posição, com 20 pontos – sete a menos que o líder, Atlético. Por isso, tentará superar a desvantagem em relação ao alvinegro, que avança à decisão em caso de dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols. Substituto de Bruno Pivetti, que se transferiu para o CSA, o técnico Rafael Guanaes estreia hoje. E tem desfalques importantes. Com COVID-19, o lateral-esquerdo João Paulo e o atacante Daniel Amorim (vice-artilheiro do Estadual, com cinco gols) não jogam. Everton e Rodrigo Carioca estão suspensos no setor ofensivo, mas o ponta Keké, artilheiro da competição, com seis gols, retorna.

Tombense
Felipe Garcia; David, Arthur, Matheus Lopes e Manoel; Rodrigo, Paulinho Dias e Jhemerson; Keké, Caíque e Rubens
Técnico: Rafael Guanaes

Atlético
Everson; Guga, Réver, Junior Alonso (Gabriel) e Dodô (Guilherme Arana); Allan, Tchê Tchê e Nathan; Savarino, Marrony (Keno) e Hulk (Eduardo Sasha)
Técnico: Cuca

Jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro

Estádio: Independência
Horário:16h30
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Fernanda Nandrea Gomes Antunes
VAR: Igor Júnio Benevenuto de Oliveira
TV: Pay-per-view

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade