Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO MINEIRO

Cruzeiro ganha jogo, moral e pula para terceiro no Mineiro

Na luta contra o rebaixamento, o Coimbra medirá forças com a Caldense, também no domingo, às 17h30, de novo no Horto


08/04/2021 13:03 - atualizado 08/04/2021 13:16

Felipe Augusto comemora o segundo gol celeste no Independência, contra o Coimbra: ânimo extra para o fim de semana(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
Felipe Augusto comemora o segundo gol celeste no Independência, contra o Coimbra: ânimo extra para o fim de semana (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)

O Cruzeiro dominou o Coimbra, venceu o jogo por 2 a 0 no Independência e mostrou evolução a caminho do clássico com o Atlético, emplacando o segundo triunfo consecutivo. Além do resultado ontem, o time de Felipe Conceição apresentou bom desempenho na partida pela oitava rodada do Mineiro. William Pottker e Felipe Augusto marcaram os gols, já na segunda etapa.
Com a vitória, a Raposa ganha mais uma posição na tabela, agora em terceiro, com 14 pontos. Na luta contra o rebaixamento, o Coimbra medirá forças com a Caldense, também no domingo, às 17h30, de novo no Horto.

Concentrado e intenso, o time celeste teve produção consistente no primeiro tempo. Conseguiu avançar o bloco de marcação, pressionou o adversário especialmente no início da partida e criou três chances importantes para abrir o placar. Embora tenha tomado melhores decisões em relação aos últimos jogos, repetiu erros na conclusão das jogadas.

Aos 4 minutos, após bonita troca de passes, a bola chegou até Airton no lado esquerdo de ataque. O camisa 7 cortou para o meio e finalizou, assustando o goleiro Jori. A bola acabou saindo pela linha de fundo. Vinte minutos depois, Matheus Barbosa serviu Bruno José, que, de dentro da área, acertou a trave do Coimbra.

Jogador mais participativo do Cruzeiro na primeira etapa, Bruno José ainda protagonizou mais uma chance de gol. Aos 39 minutos, após passe do meia Marcinho, o atacante foi até a linha de fundo e serviu Airton. O zagueiro Augusto, porém, cortou o cruzamento na última tentativa celeste no tempo inicial.

Da mesma forma, o Cruzeiro voltou do intervalo. Dominando a posse de bola e sem correr riscos, jogou a maior parte da etapa final no campo ofensivo. Aos 12 minutos, Sóbis recebeu cruzamento de Matheus Barbosa, mas o chute foi bloqueado pela defesa do Coimbra.

PRESSÃO

A insistência acabou premiada. Aos 30min, o zagueiro Weverton, muito seguro na linha de defesa, deu importante contribuição ao ataque. Ele lançou William Pottker que, de frente para o goleiro Jori, não desperdiçou: 1 a 0. No último lance do jogo, Felipe Augusto, que tinha substituído Airton, ainda ampliou para a Raposa. Aos 48min, após receber passe de Rômulo, ele ampliou o placar no Independência, selando o triunfo celeste.

Para o atacante Felipe Augusto, que saiu do banco de reservas, aos poucos o time vai ganhando 'musculatura'. “É bom uma competitividade sadia dentro do grupo. A gente tenta entrar e ajudar. A gente precisava de uma vitória assim, fazendo dois gols, jogando bem. A gente vinha jogando bem, mas estava sofrendo um pouquinho na reta final das partidas”, avaliou.

Coimbra
Jori; Filipi, Diogo Henrique, Augusto e Lucas Hipólito; Gustavo Crecci, Thomás, Kauê (Leonardo) e Marquinho (Ribeiro); Igor (Guilherme Santos) e Rafhael Lucas
Técnico: Eugênio Souza

Cruzeiro
Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Matheus Barbosa (Jadson) e Marcinho (William Pottker); Airton (Felipe Augusto), Bruno José (Rômulo) e Rafael Sóbis
Técnico: Felipe Conceição

8ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Gols: William Pottker 30, Felipe Augusto 48 do 2°
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Leonardo Henrique Pereira e Weyder Marques Borges
Cartões amarelos: Kauê, Gustavo Crecci
Próximos jogos do Cruzeiro: Atlético (c), Pouso Alegre (f), Patrocinense (c)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade