Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO MINEIRO 2021

América: para manter o pique e sonhar mais alto

Como o Coelho, embalado pelo vice da Série B e pela campanha na Copa do Brasil, times do interior se armam para melhorar o desempenho de 2020


25/02/2021 13:02 - atualizado 25/02/2021 12:56

Sob o comando de Lisca e cinco anos após o último título, Coelho almeja a conquista para ganhar força na temporada 2021(foto: João Zebral/América/Divulgação)
Sob o comando de Lisca e cinco anos após o último título, Coelho almeja a conquista para ganhar força na temporada 2021 (foto: João Zebral/América/Divulgação)


Depois do acesso à Série A do Brasileiro, o América inicia a temporada 2021 com as atenções voltadas para a disputa do Campeonato Mineiro. Semifinalista da última edição, o Coelho quer conquistar o 17º título do Estadual. Para isso, apostou na manutenção da base vice-campeã da Série B e semifinalista da Copa do Brasil, sob o comando do técnico Lisca desde janeiro do ano passado.
 
 
A competição traz um estímulo a mais para Lisca, que pode ter no Mineiro a primeira conquista de um estadual. Em 2009, ele foi campeão da Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho com o Porto Alegre.

“Uma expectativa boa, de crescimento. De fazer uma primeira fase nos moldes que fizemos no ano passado, com tranquilidade, fazendo bons jogos. (...) Um campeonato de ‘tiro curto’, com várias equipes de boa condição, algumas despontando como favoritas – como é o caso do Atlético, Cruzeiro, e a própria Tombense, o América...”, afirmou.

“Estamos esperando muita dificuldade já desde a primeira rodada. Vamos ter que ser muito assertivos e jogar muito bem para conseguir nossa vaga – primeiro, entre os quatro, para depois aspirar a uma final e, quem sabe, a busca do campeonato”, completou.

Preparação e reforços

O clube iniciou a pré-temporada em 1º de fevereiro, com atletas da base e jogadores que tiveram menos oportunidades na última edição da Série B do Brasileiro. Esse grupo, inclusive, iniciará a disputa do Mineiro, com estreia diante do Boa Esporte, às 19h de sábado, no Independência, em Belo Horizonte..

O grupo principal, que encerrou a disputa da Segunda Divisão e teve maior protagonismo na histórica campanha na Copa do Brasil, se reapresentou em 15 de fevereiro para os trabalhos para a temporada. O único amistoso desse período ocorreu esta semana, contra o Bolívar, da Bolívia.

Com equipe alternativa, o Coelho empatou em 1 a 1 no CT Lanna Drumond, em Belo Horizonte. Lisca declarou que o time que iniciou a partida deverá ser a base da formação do próximo sábado: Airton; Joseph, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Lucas Luan; Flávio, Marcelo Toscano e Geovane; Léo Passos, Carlos Alberto e Vitão.

O clube mineiro segue avaliando contratações para a temporada 2021. Até agora, anunciou dois reforços: o zagueiro Ricardo Silva, ex-Operário, e o atacante Leandro Carvalho, ex-Ceará. Outros nomes devem chegar durante a disputa do campeonato.

No Mineiro de 2020, o América foi o único clube invicto da primeira fase. Com sete vitórias e quatro empates, os comandados de Lisca se classificaram na 2ª posição, atrás apenas do líder, Tombense. Nas semifinais, foi derrotado duas vezes pelo Atlético (2 a 1 e 3 a 0). Ainda assim, a equipe foi elogiada pelo argentino Jorge Sampaoli.

  • Nome completo: América Futebol Clube
  • Fundação: 1912
  • Posição no último Mineiro: 2º (semifinalista)
  • Presidente: Alencar da Silveira Jr. (a partir de 1º/3)
  • Técnico: Lisca
  • Principais contratações: Ricardo Silva e Leandro Carvalho
 
Com Loco Abreu, Athletic quer se fixar na elite após 50 anos fora(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press - 14/2/21)
Com Loco Abreu, Athletic quer se fixar na elite após 50 anos fora (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press - 14/2/21)
 

Caçula joga para fazer história com veterano

Caçula entre as equipes da elite do Campeonato Mineiro, o Athletic Club está de volta à Primeira Divisão após 50 anos. O Esquadrão de Aço pretende fazer história neste ano e, para isso, almeja conseguir a permanência no Módulo I. Mas a equipe de São João del-Rei sonha em alçar voos mais altos, e, para isso, contratou 15 reforços. O principal deles é o atacante uruguaio Loco Abreu, de 44 anos. 

 “O Athletic é um clube muito sério, transparente e centenário, que tem todas as contas em dia. A gente pretende fazer uma boa competição e consideramos o elenco muito competitivo para tal”, declarou Fábio Mineiro, gerente de futebol do clube.

No ano passado, o vice-campeonato do Módulo II garantiu o acesso à elite. O comando técnico permaneceu nas mãos do treinador Cícero Júnior, de 41 anos, que está à frente do Athletic desde 2018. Em seu primeiro trabalho na equipe, ele conseguiu o acesso da Segunda Divisão para o Módulo II. No ano seguinte, recolocou o time na elite. 

Para encarar o novo desafio, o Esquadrão apostou na contratação de vários atletas. Até o momento, 15 foram anunciados. O mais conhecido, o uruguaio Loco Abreu, chegou à cidade mineira com status de celebridade, para jogar pelo 30º time na carreira. Antes de ser anunciado pelo Athletic, estava no Boston River, do Uruguai, onde atuou como jogador e técnico. 

O volante Gabriel Galhardo é outro atleta que tem fama em São João del-Rei. Ele é irmão do meio-campista Thiago Galhardo, que pode ser campeão brasileiro de 2020 com o Internacional. 

Depois da única participação na elite do Estadual, em 1970, o Athletic fará sua estreia no Mineiro no domingo, às 16h, contra o Patrocinense, no Estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, no Triângulo Mineiro.

  • Nome completo: Athletic Club
  • Fundação: 1909
  • Posição no último Mineiro: Vice-campeão do Módulo II
  • Presidente: Leandro Bini 
  • Técnico: Cícero Júnior
  • Principal contratação: Loco Abreu

Depois das quartas, meta são as semis

O Clube Atlético Patrocinense, 8º colocado da última edição do Mineiro, quer melhorar o desempenho em 2021. Mesmo sem grandes nomes no elenco, sonha chegar à primeira semifinal, para fazer história no torneio e garantir vaga na Copa do Brasil.

Em 2018, no antigo formato do estadual, o clube de Patrocínio chegou a disputar as quartas de final, mas foi eliminado pelo Cruzeiro com uma derrota por 2 a 0, no Mineirão. Thiago Oliveira é o técnico do time desde 9 de novembro. Ele já havia dirigido o clube na Série D do Campeonato Brasileiro de 2019, em passagem que se encerrou ao fim da primeira fase do Mineiro de 2020.

“Primeiro objetivo: se afastar do rebaixamento. Segundo objetivo: buscar a classificação (às semifinais) e essa vaga para a Copa do Brasil, mas, para conseguir, vamos ter que lutar muito”, declarou o treinador.

Contratações e pré-temporada 

O Patrocinense anunciou 12 reforços para o Mineiro. Entre as principais, o retorno do goleiro Thiago Passos, que se destacou na última edição do Estadual; o volante Maycon Lucas, que disputou a Série B em 2018 pelo Boa Esporte, e o volante Éverton, que teve passagens pelas categorias de base de Grêmio, Internacional e Ceará (onde também atuou como profissional).

A equipe deu início à pré-temporada 2021 em 17 de janeiro. Antes da estreia no Campeonato Mineiro diante do Athletic, em casa , às 16h, o clube disputou um único amistoso: em São Paulo, empatou em 0 a 0 com o Barretos.

  • Nome completo: Clube Atlético Patrocinense
  • Fundação: 1954
  • Posição no último Mineiro: 8º
  • Presidente: Marcos Antônio da Silva
  • Técnico: Thiago Oliveira
  • Principais contratações: Thiago Passos, Maycon Lucas e Éverton

Taça do Módulo II e mira na Série D

De volta à elite do Mineiro após 28 anos, o Pouso Alegre quer vir para ficar. Mesmo sem jogadores de “peso” no elenco, o time campeão do Módulo II de 2020 espera fazer uma campanha consistente para conseguir uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Para isso, a diretoria do Dragão contratou um treinador conhecido dos torcedores mineiros: Emerson Ávila. Em 2011, o técnico dirigiu o Cruzeiro em 10 oportunidades, mas, devido a uma série de maus resultados, voltou a comandar as categorias de base. Foi o escolhido para substituir Ito Roque, responsável por conduzir o rubro-negro ao título do Módulo II.   

Na tentativa de qualificar o elenco e ter atletas com mais bagagem, o Pouso Alegre contratou o experiente volante Leandro Salino. Aos 35 anos, o jogador soma passagens por Flamengo e América, além de ter atuado por times de Portugal e da Grécia. Anunciou ainda a contratação de 16 jogadores.

“Fechamos com bons patrocínios que vão nos ajudar a pagar as despesas. O clube, desde que voltou à ativa, em 2018, sempre pagou os salários em dia, o que anima os atletas a vir jogar aqui”, declarou o presidente Paulo da Pinta. 

O Pouso Alegre deu início à pré-temporada 2021 no CT Bola Preta, em Eloi Mendes, no Sul de Minas, em 11 de janeiro. Disputou quatro amistosos em preparação para o Estadual: venceu o Santarritense por 3 a 0, e o Atibaia duas vezes, a primeira por 2 a 0 e a segunda por 3 a 1. A única derrota no período foi para o Santo André-SP, por 2 a 0.  A estreia no Mineiro será diante do Coimbra, no domingo, às 15h30, no Estádio Manduzão, em Pouso Alegre.

  • Nome completo: Pouso Alegre Futebol Clube 
  • Fundação: 1913
  • Posição no último Mineiro: Campeão do Módulo II
  • Presidente: Paulo da Pinta
  • Técnico: Emerson Ávila
  • Principal contratação: Leandro Salino

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade