Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Cruzeiro desenha nova cara com recém-contratados

Cinco dos novos jogadores podem estar em campo amanhã em jogo-treino com o Bolívar. Meio deve ser setor a passar por mais alterações


19/02/2021 13:05 - atualizado 19/02/2021 12:57

A tendência é que o atacante Bruno José esteja entre os escolhidos para começar a partida contra os bolivianos(foto: GUSTAVO ALEIXO/CRUZEIRO)
A tendência é que o atacante Bruno José esteja entre os escolhidos para começar a partida contra os bolivianos (foto: GUSTAVO ALEIXO/CRUZEIRO)
 
 
Com um dia a menos para trabalhar em função da estreia no Campeonato Mineiro, contra o Uberlândia, ter sido antecipada do dia 28 para 27 de fevereiro, a torcida do Cruzeiro já vive expectativa de saber qual formação começará a temporada 2021. Uma prévia poderá ser conhecida amanhã, quando a equipe faz jogo-treino com o Bolívar-BOL, às 10h, na Toca da Raposa II.
 
 
Muitas mudanças ainda poderão ocorrer, mas a nova versão da Raposa deve ter novidades logo de cara. Se o goleiro Fábio, o zagueiro Manoel e os atacantes William Pottker tendem a manter a titularidade, por terem terminado bem a temporada 2020, nas outras posições a perspectiva é de mudança.

Como o zagueiro Ramon não vem treinando com o grupo em função de resultado inconclusivo do teste de COVID-19, o prata da casa Paulo ganharia chance de começar atuando no Mineiro. Mais à frente, o experiente Eduardo Brock, de 29 anos, que estava no Ceará, também chega para a posição.

Na lateral-esquerda, Alan Ruschel, de 31, foi um dos nomes mais badalados entre os contratados pelo Cruzeiro. Assim, assumiria a titularidade, com Matheus Pereira indo para a reserva, mesmo tendo tido rendimento de regular para bom na Série B que terminou em janeiro.

As maiores mudanças serão no meio. Recém-chegados, os volantes Matheus Néris, de 22, e Matheus Barbosa, de 26, tentam ser titulares. O mesmo vale para o armador Marcinho, de 25, e para o atacante Bruno José, de 22. O meia-atacante Felipe Augusto, por sua vez, inicialmente chega para compor o grupo.

“Sei que é um desafio muito grande na minha carreira. Estou muito feliz de estar neste clube gigante e espero fazer um bom trabalho aqui, como foi na temporada passada (no Sampaio Corrêa). E, se Deus quiser, vamos atingir nosso objetivo maior, que é subir para a Série A do Campeonato Brasileiro”, afirmou Marcinho.

Concorrência

Ele tem a concorrência de Giovanni e Claudinho, além de Marco Antônio, promessa da base. E conta com a experiência para se destacar. “Estou acostumado a jogar como armador, costumo ir bem, fazer o giro, achar os companheiros. Unidos e focados vamos conseguir nosso objetivo.”

Com a chegada de tanto atleta para o meio, Adriano e Jádson devem perder espaço. O mesmo vale para o atacante Aírton.

Adeus a Berola

O América e o atacante Neto Berola não chegaram a acordo para renovação do contrato, encerrado em 31 de janeiro. Com isso, ele é mais um a deixar o clube nesta virada de temporada, como ocorreu com o lateral-direito Daniel Borges, o armador Guilherme e os meia-atacantes Calyson e Felipe Augusto. Outro que saiu foi o lateral-esquerdo Sávio, que se transferiu para o futebol português. Desde janeiro de 2019, Neto Berola disputou 55 partidas e marcou seis gols. Ele ficou 10 meses afastado entre setembro de 2019 e julho de 2020 em função de cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho direito e ajudou o time a garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro: jogou 19 partidas e marcou dois gols, ambos na goleada por 4 a 0 sobre o Vitória, na 33ª rodada.
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade