Publicidade

Estado de Minas SÉRIE A

Atlético: Em compasso de espera

Enquanto aguarda resposta de Sampaoli sobre permanência, Atlético chega à reta final sem definir a situação de Tardelli, cujo contrato se encerra no fim do mês


16/02/2021 04:00 - atualizado 16/02/2021 08:58

Em jogo-treino contra o Bolívar, Tardelli fez os gols na vitória por 3 a 1: %u201CTemos mais dois jogos aí, quem sabe posso ser útil?%u201D (foto: PEDRO SOUZA/ATLÉTICO)
Em jogo-treino contra o Bolívar, Tardelli fez os gols na vitória por 3 a 1: %u201CTemos mais dois jogos aí, quem sabe posso ser útil?%u201D (foto: PEDRO SOUZA/ATLÉTICO)


Dois profissionais do Atlético vivem momentos decisivos no clube. Enquanto o técnico Jorge Sampaoli pode trocar a Cidade do Galo por Marselha, na França, para dirigir o Olympique, o atacante Diego Tardelli, de 35 anos, espera definição da diretoria, pois seu contrato termina no fim do mês.

Se o treinador pensa em euros e na projeção por comandar um grande do Velho Continente, o goleador gostaria de permanecer em Belo Horizonte. Afinal, tem identificação com o alvinegro, pelo qual foi campeão da Copa Libertadores (2013) e da Copa do Brasil (2014), além de laço afetivo com a cidade.
 
O atacante se recuperou de cirurgia no tornozelo direito, realizada em julho do ano passado. Foi relacionado para jogos neste mês, mas não parece contar com a confiança de Sampaoli, chegando a aceitar redução salarial para seguir no Atlético. Ontem, ele marcou os três gols em jogo-treino contra o Bolívar-BOL, na Cidade do Galo, vencido por 3 a 1, de virada.

“Estou feliz por ter marcado os gols. É importante para mim, depois de longo período parado, voltar com ritmo de jogo, jogar 90 minutos. Me senti bem durante o jogo-treino. É importante para aqueles jogadores que não vêm jogando ter essa oportunidade. Voltei bem e estou feliz. É gratificante voltar a jogar depois de longo período difícil que passei. Fui coroado com os gols, pelo menos no amistoso. Passa um filme depois desses seis meses. Temos mais dois jogos aí, quem sabe posso ser útil para o Sampaoli?”, disse o jogador.

O jogo-treino contou também com outro atacante recém-contratado pelo alvinegro, Hulk. O lateral-esquerdo Dodô, que chegou há poucos dias, não participou. O Galo atuou com Rafael (Victor); Mariano, Igor Rabello, Gabriel e Bueno; Dylan, Calebe e Nathan (Iago); Hulk (Sávio), Tardelli e Vargas.

DÚVIDA 

Agora, a diretoria aguarda o fim do Brasileiro para traçar os objetivos para a temporada 2021. A principal dúvida é quanto à permanência de Sampaoli, que até o momento não informou se cumpre o contrato ou se pagará a multa para sair, estipulada em cerca de R$ 5 milhões.

Pela competição nacional, o time precisa vencer Sport, fora de casa, e Palmeiras, no Mineirão, para permanecer no G-4 e garantir vaga na fase de grupos da Libertadores sem depender de outros resultados. Com queda de rendimento, o Atlético chega pressionado à penúltima rodada. O time vê o Fluminense crescer e se aproximar. Ontem, o time carioca venceu o Ceará por 3 a 1 e foi a 60 pontos, dois a menos que o Galo e o São Paulo, quarto colocado, que tem uma partida a menos.


Atleticanas

» Cirurgia
O técnico do Atlético, Jorge Sampaoli, passou por cirurgia no domingo para correção de hérnia umbilical (deslocamento anormal de tecido pela parede abdominal atrás do umbigo). A intervenção foi bem-sucedida e o argentino já esteve na Cidade do Galo ontem.



» Empréstimo
O Atlético anunciou o empréstimo do meia-atacante Marquinhos ao Botev Plovdiv, da Bulgária, até o fim de julho de 2022. O contrato dá direito à compra pela equipe europeia ao final. Para acertar o negócio, o jogador acertou a prorrogação do vínculo com o Galo até 6 de dezembro de 2024.
 
 
 
 

Inter cogita lateral 
do Fla... contra o Fla


Líder do Campeonato Brasileiro, o Internacional avalia a possibilidade de desembolsar R$ 1 milhão para utilizar Rodinei no duelo decisivo com o Flamengo, domingo, no Maracanã. O valor está estipulado no contrato de empréstimo do lateral-direito, que foi cedido pelo clube carioca ao time gaúcho até o fim de maio.

A possibilidade de pagamento se dá pelo caráter do confronto, que garantirá o título nacional ao Inter (69 pontos) em caso de vitória, mas irá tirá-lo da liderança exatamente para o rival (68) se perder, a apenas uma rodada do fim do Brasileirão. Além disso, Rodinei tem status de titular absoluto da lateral direita do time gaúcho.
 
 
Emprestado pelo rubro-negro ao Colorado, escalação de Rodinei no duelo decisivo implicaria multa de R$ 1 milhão(foto: JAVIER TORRES/AFP %u2013 4/2/20)
Emprestado pelo rubro-negro ao Colorado, escalação de Rodinei no duelo decisivo implicaria multa de R$ 1 milhão (foto: JAVIER TORRES/AFP %u2013 4/2/20)
 
O clube não precisa avisar previamente o Flamengo da intenção de usar Rodinei, o que deve deixar a situação sob mistério até o momento do anúncio da escalação.

E o técnico Abel Braga indicou que, se depender dele, Rodinei estará apto a ser aproveitado na partida do fim de semana. No primeiro turno da competição, no empate por 2 a 2, o clube gaúcho optou por deixar o lateral fora do jogo no Beira-Rio. Se o Inter optar não pagar a multa para utilizar Rodinei diante do rubro-negro, Heitor será o escolhido para ocupar a lateral direita.

No Flamengo, o principal foco será trabalhar para recuperar jogadores com problemas físicos nos dias que antecedem o embate com os gaúchos. Quatro titulares deixaram o triunfo sobre o Corinthians no domingo reclamando de dor: o zagueiro Rodrigo Caio, os meio-campistas De Arrascaeta e Gérson e os atacantes Gabriel e Bruno Henrique.

As situações que mais preocupam são as de Gabigol e Arrascaeta. O centroavante sofreu entorse no joelho esquerdo, enquanto o meia uruguaio reclamou de incômodo no tornozelo direito. Por isso, ambos vão passar por reavaliação clínica.

Gabigol precisou ser substituído pelo técnico Rogério Ceni no jogo com os paulistas para a entrada de Pedro, o favorito para assumir a sua vaga, caso seja vetado pelo departamento médico. Já para o lugar de De Arrascaeta, Vitinho e Michael são os principais candidatos.

OTIMISMO 

Ceni, porém, acredita que ambos devem ser aproveitados diante do Inter. A situação é semelhante para Rodrigo Caio, Bruno Henrique e Gerson. E o próprio treinador destacou ser natural que os atletas convivam com dor, especialmente em momentos decisivos. "Esporte de alto rendimento é isso. As dores fazem parte do dia a dia. Tinha dia que eu levantava e o joelho não queria ir. Para ser campeão, tem de ser assim", disse.
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade