Publicidade

Estado de Minas SÉRIE A

Sonho do Atlético do bi do Brasileiro é adiado mais uma vez

Fora do páreo no Brasileiro, Atlético se concentra agora em buscar a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores


15/02/2021 04:00 - atualizado 15/02/2021 10:12

Sampaoli pode ser vice-campeão brasileiro pela segunda temporada, mas para isso precisa fazer o Galo melhorar o aproveitamento(foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 19/8/20)
Sampaoli pode ser vice-campeão brasileiro pela segunda temporada, mas para isso precisa fazer o Galo melhorar o aproveitamento (foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 19/8/20)

O Atlético pagou caro pela queda de rendimento na reta final do Campeonato Brasileiro. Sem vencer há três partidas – empates com Bahia (1 a 1, no Mineirão) e Fluminense (0 a 0, no Maracanã), além de derrota para o Goiás (1 a 0, em Goiânia) –, viu suas possibilidades matemáticas de conquistar a taça ficarem pelo caminho com o triunfo do Internacional sobre o Vasco por 2 a 0, ontem, em São Januário.

Com a frustração de ver escapar o sonho do bicampeonato mais uma vez, ao Galo resta agora lutar pela vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores. Para isso, precisa ganhar seus dois últimos jogos, contra Sport (fora) e Palmeiras (em casa), para não depender do tropeço dos concorrentes e amenizar a pressão da torcida.

O alvinegro ainda tem remotas chances de chegar ao vice-campeonato, já que está a seis pontos do Flamengo, atual vice-líder do Nacional, com 68. Se conseguir, será a segunda temporada consecutiva em que o técnico Jorge Sampaoli termina como segundo colocado do Brasileiro. Em 2019, ele surpreendeu ao levar o Santos à vice-liderança, sendo superado pelo Flamengo, de Jorge Jesus.

Se os torcedores ficaram decepcionados com o adeus ao título, o grupo alvinegro, por sua vez, busca explicações para a queda de rendimento no returno do Brasileiro. Os comandados de Sampaoli ainda têm a terceira melhor campanha da segunda metade da competição – são superados apenas por Internacional e Flamengo –, mas venceram somente dois dos últimos sete jogos.

O treinador reafirmou a confiança em sua filosofia de jogo, apesar da sequência ruim do Atlético. “Buscamos alternativas, variantes... Eu não mudaria meu jeito de atacar, a forma, o estilo, a ideia de conviver todo o tempo no campo rival. Foi sempre assim na minha carreira como treinador. Sempre busco variantes ofensivas para ser melhor que o adversário. Invariavelmente, está nos custando muito que essa superioridade em jogo se transforme em resultado.”

Ele entende que a equipe tem de continuar sendo protagonista, mas afirma que seu time é muito jovem e isso pode estar influenciando: “Temos que controlar o tempo de jogo, essa é a diferença. O time, às vezes, parecia um time maduro para lidar com essa situação. É seguir trabalhando para que isso mude”.

A falta que Keno faz

O fato é que, desde que o atacante Keno sofreu ruptura dos ligamentos do cotovelo esquerdo, o Atlético caiu de produção. O jogador vinha sendo o principal destaque alvinegro no Brasileiro (é o artilheiro da equipe, com 10 gols), mas se machucou na vitória sobre o Santos por 2 a 0, no Mineirão, em 26 de janeiro.

Desde então, o treinador argentino vem tendo dor de cabeça para encontrar um substituto no lado esquerdo: ele já testou Marrony e Vargas e improvisou Savarino.

No duelo com o Sport, domingo, às 16h, na Ilha do Retiro, o Galo voltará a contar com o volante Allan, que cumpriu suspensão diante do Bahia. Mas Sampaoli deve mais uma vez fazer mudanças táticas para tentar melhorar o poderio ofensivo da equipe.

Campeão pode sair domingo

O campeão brasileiro poderá ser conhecido no domingo, quando Flamengo e Internacional se enfrentam, a partir das 16h, no Rio de Janeiro. Se o Colorado vencer, garantirá a taça. Ontem, o time gaúcho deu um importante passo (e tirou o Atlético do páreo) ao vencer o Vasco por 2 a 0, gols de Rodrigo Dourado e do mineiro Thiago Galhardo, em São Januário. A duas rodadas do fim, a briga pelo troféu nacional está restrita a Inter e Flamengo – que bateu o Corinthians por 2 a 1, no Maracanã, ficando a um ponto dos gaúchos na classificação.

A vitória do time de Abel Braga sobre o Vasco teve muita polêmica. O centro das atenções foi o equipamento do árbitro de vídeo, que teve uma suposta falha técnica e não possibilitou a verificação de possível impedimento no gol de Rodrigo Dourado, no primeiro tempo. O clube cruz-maltino, que luta contra o rebaixamento, afirmou que vai solicitar a anulação do jogo à CBF.

O árbitro de campo do jogo, Flávio Rodrigues de Souza, relatou na súmula que “nada houve de anormal”, no trecho reservado para observações eventuais. Mas Rodrigo Dourado admitiu ao canal Premiere, no intervalo, que o juiz alegou dificuldades na checagem do lance.

A CBF emitiu nota sobre o episódio, informando ter solicitado à empresa Hawk-Eye, responsável pela operação dos equipamentos do VAR, esclarecimentos sobre a questão técnica que prejudicou a utilização das linhas de impedimento.

“A comissão destaca que o lance do primeiro gol do Internacional, mesmo assim, foi checado pela equipe do VAR, não sendo constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo. Portanto, conforme os princípios do Protocolo do VAR, foi corretamente mantida a decisão de campo de validar o gol”, diz a nota.

Já o Fla contou com gols de Willian Arão e Gabriel para bater o Corinthians, que descontou com Leo Natel. Para vencer o Brasileiro pelo segundo ano seguido, o rubro-negro vai depender de vitórias sobre Inter e São Paulo para não depender de tropeço do Colorado.

GOLEADA

Depois da decepção no Mundial de Clubes, o Palmeiras goleou o Fortaleza por 3 a 0, no Allianz Parque, com gols de Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Breno Lopes. O time paulista está garantido na próxima Libertadores. Embora esteja fora da zona da degola, o tricolor terá de vencer ao menos um dos dois jogos que fará (contra Bahia e Fluminense) para se manter na Série A.

O Athletico bateu o Atlético-GO por 2 a 1, na Arena da Baixada, e segue sonhando com vaga na Libertadores. Livre da ameaça de queda, o time goiano deve garantir uma das vagas na Copa Sul-Americana. A rodada será completada hoje com dois jogos: Ceará x Fluminense e Sport x Bragantino.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade