Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Atlético: em 6 dos últimos 7 Brasileiros, melhor ataque foi campeão

Galo foi time mais balançou as redes na Série A; Corinthians, em 2017, é a exceção entre os vencedores com destaques ofensivos


04/12/2020 10:34 - atualizado 04/12/2020 10:48

Com Sampaoli, Atlético tem o melhor ataque do Campeonato Brasileiro; nos últimos sete anos, só uma vez o campeão não foi o mais marcador(foto: Bruno Cantini/Atlético)
Com Sampaoli, Atlético tem o melhor ataque do Campeonato Brasileiro; nos últimos sete anos, só uma vez o campeão não foi o mais marcador (foto: Bruno Cantini/Atlético)
O Atlético vive temporada de intensa disputa pelo título do Campeonato Brasileiro, e um motivo fortalece a crença do time na conquista do troféu. Melhor ataque da Série A, com 41 gols em 23 partidas, o Galo pode manter uma sequência vitoriosa entre as equipes mais goleadoras do país: em seis das últimas sete edições do Brasileirão, o time que mais marcou na competição foi, também, o que se sagrou campeão.

Entre 2013 e 2019, apenas o Corinthians, em 2017, venceu o Campeonato Brasileiro sem ter o melhor ataque do torneio. Em outros anos, Cruzeiro (2013 e 2014), Corinthians (2015), Palmeiras (2016 e 2018) e Flamengo (2019) faturaram a competição com os melhores números ofensivos. O Flamengo, além disso, bateu o recorde de gols marcados no formato de 20 equipes: foram 86 em 38 partidas.

Exceção na lista, o Corinthians de Fábio Carille, em 2017, não teve o melhor ataque, mas contou com a melhor defesa do torneio. Foram 30 gols sofridos em 38 jogos, além de outros 50 marcados (quarto ataque mais positivo da competição). 

Nesta edição, o Atlético tem o ataque mais positivo da competição, com 41 gols em 23 jogos (média de 1,78 gol). No entanto, o Flamengo, com uma partida a menos, pode alcançá-lo (tem 37 gols e média de 1,68). O líder São Paulo, também com um duelo a menos, tem os mesmos 37 gols (média de 1,68).

Disputado no formato de pontos corridos desde 2003, o Campeonato Brasileiro teve 17 edições desta maneira: em 10 delas, o melhor ataque da competição também foi o campeão. Foram eles: Cruzeiro (2003), Santos (2004), Corinthians (2005), São Paulo (2006), Cruzeiro (2013), Cruzeiro (2014), Corinthians (2015), Palmeiras (2016), Palmeiras (2018) e Flamengo (2019).

Entre 2003 e 2005, a competição ocorreu com mais de 20 equipes, logo, o número de jogos disputados também era maior. Nesses anos, surgiram os números mais positivos: o Santos, em 2004, fez 103 gols em 46 partidas, enquanto o Cruzeiro, em 2003, fez 102 gols nos mesmos 46 jogos. Ambas as equipes foram dirigidas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Nesse período, o Brasileirão era disputado com 24 equipes.

Em 2005, o torneio contou com 22 times e, a partir de 2006, adotou o formato com 20 equipes. No novo modelo, o recorde de gols é do Flamengo de 2019, com Jorge Jesus, que marcou 86 vezes em 38 partidas, com média de 2,26 gols/jogo - a melhor de um time no formato de pontos corridos no Brasil.
Outros sete campeões nacionais venceram o Brasileiro sem contar com o ataque mais positivo do torneio: São Paulo (2007), São Paulo (2008), Flamengo (2009), Fluminense (2010), Corinthians (2011), Fluminense (2012) e Corinthians (2017).

Atlético já teve melhor ataque da competição em pontos corridos

Em 2012, o Atlético teve o ataque mais positivo do Campeonato Brasileiro, mas não ficou com o título. Naquele ano, o Galo encerrou o primeiro turno na liderança, mas viu o Fluminense tomar o primeiro lugar na reta final da competição

Em 38 jogos disputados, o Galo marcou 64 gols, três a mais que o campeão Fluminense. No entanto, o time carioca fez cinco pontos a mais que o Atlético e levantou o troféu naquela temporada.

Veja os campeões e os melhores ataques em cada ano

2003
Campeão e melhor ataque: Cruzeiro (102 gols em 46 jogos - 2,22 gols/jogo)

2004
Campeão e melhor ataque: Santos (103 gols em 46 jogos - 2,24 gols/jogo)

2005
Campeão e melhor ataque: Corinthians (87 gols em 42 jogos - 2,07 gols/jogo)

2006
Campeão e melhor ataque: São Paulo (66 gols em 38 jogos - 1,74 gol/jogo)

2007
Campeão: São Paulo (9º melhor ataque, com 55 gols)
Melhor ataque: Cruzeiro (73 gols em 38 jogos - 1,92 gol/jogo)

2008
Campeão: São Paulo (2º melhor ataque, com 66 gols)
Melhor ataque: Flamengo (67 gols em 38 jogos - 1,76 gol/jogo)

2009
Campeão: Flamengo (6º melhor ataque, com 58 gols)
Melhor ataque: Grêmio (67 gols em 38 jogos - 1,76 gol/jogo)

2010
Campeão: Fluminense (4º melhor ataque, com 62 gols)
Melhor ataque: Grêmio (68 gols em 38 jogos - 1,79 gol/jogo)

2011
Campeão: Corinthians (8º melhor ataque, com 53 gols)
Melhor ataque: Fluminense (60 gols em 38 jogos - 1,58 gol/jogo)

2012
Campeão: Fluminense (2º melhor ataque, com 61 gols)
Melhor ataque: Atlético (64 gols em 38 jogos - 1,68 gol/jogo)

2013
Campeão e melhor ataque: Cruzeiro (77 gols em 38 jogos - 2,03 gols/jogo)

2014
Campeão e melhor ataque: Cruzeiro (67 gols em 38 jogos - 1,76 gol/jogo)

2015
Campeão e melhor ataque: Corinthians (71 gols em 38 jogos - 1,87 gol/jogo)

2016
Campeão e melhor ataque: Palmeiras (62 gols em 38 jogos - 1,63 gol/jogo)

2017
Campeão: Corinthians (4º melhor ataque, com 50 gols)
Melhor ataque: Palmeiras (61 gols em 38 jogos - 1,61 gol/jogo)

2018
Campeão e melhor ataque: Palmeiras (64 gols em 38 jogos - 1,68 gol/jogo)

2019
Campeão e melhor ataque: Flamengo (86 gols em 38 jogos - 2,26 gol/jogo)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade