Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Exemplos para o Atlético: 71% dos times que fecharam a 23ª rodada na liderança foram campeões

Galo está na ponta da competição, mas tem jogos a mais que concorrentes


01/12/2020 07:55 - atualizado 01/12/2020 08:00

Atlético montou time forte e sonha com o bicampeonato brasileiro(foto: Bruno Cantini/Atlético)
Atlético montou time forte e sonha com o bicampeonato brasileiro (foto: Bruno Cantini/Atlético)
O Atlético é o líder do Campeonato Brasileiro 2020 e caminha em busca de findar o jejum de quase 50 anos sem conquistar o título da competição. Ao fim de 23 rodadas, o alvinegro soma um ponto a mais que o São Paulo, vice-líder - a equipe paulista tem dois jogos a menos. Apesar da diferença de partidas realizadas, o Galo nunca esteve tão perto da taça como nesta temporada. 

Antes de 2020, o ano em que o Atlético esteve mais próximo do título foi em 2012, quando foi líder até a 21ª rodada, perdendo a ponta de forma definitiva para o Fluminense na jornada seguinte. Neste ano, já superou esse número. 

E o Atlético tem exemplos para buscar o bicampeonato brasileiro. Em 14 edições dos pontos corridos com 20 equipes, 10 times que fecharam a 23ª rodada na liderança foram campeões.

Os jogadores do alvinegro já vivem a expectativa para manter a liderança da competição. Para isso acontecer, o Galo precisa vencer o Internacional no domingo, às 18h15, no Mineirão, e torcer por um tropeço do São Paulo, que jogará duas vezes na semana: quinta-feira, fora de casa, contra o Goiás, em partida remarcada, e domingo, contra o Sport, no Morumbi. 

“Acho que é um grande jogo, o torcedor sempre espera jogo bom quando se fala de Atlético e Internacional, ainda mais com os dois brigando ali na ponta da tabela. Claro que a gente vai em busca da vitória, esse é o nosso pensamento, estamos dentro da nossa casa e temos que vencer, esse é o nosso principal objetivo”, disse o lateral-esquerdo Guilherme Arana.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade