Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Atlético: Andreata explica 'festa' e diz que não há comprovação entre o evento e os casos de COVID-19

Diretoria do Atlético ficou irritada com a confraternização de Andreata no início do mês


20/11/2020 14:52

Andreata é gerente de futebol do Atlético (foto: (Foto: Divulgação))
Andreata é gerente de futebol do Atlético (foto: (Foto: Divulgação))

O gerente de futebol do Atlético, Gabriel Andreata, admitiu que houve confraternização pelo seu aniversário no início deste mês, mas lamentou julgamentos. Segundo o dirigente, "não há nenhuma comprovação de que o vírus tenha se espalhado nesse encontro, já que nenhum dos familiares presentes apresentaram testes positivos".
 
 
O Atlético vive um surto do novo coronavírus. Apenas neste semana, 21 casos foram registrados. Ao todo, o Galo já contabiliza 26 infectados. 

Em nota enviada à imprensa, Andreata disse que houve um jantar, não uma "festa". "É importante esclarecer que a “festa” que todos citam foi um jantar de aniversário em um restaurante que funciona regularmente, não em uma casa de festa. Estiveram presentes amigos próximos e familiares que já convivem juntos".

O dirigente admitiu que ninguém usava máscara. "Como todos sabem, ninguém participa de um jantar de máscara, mas seguimos todos os cuidados de distanciamento como sempre acontece em nossas reuniões entre a comissão técnica".

Andreata afirmou que não há prova da ligação entre a confraternização e os casos de infecção no clube. "Lamento que haja um julgamento e condenação sem nenhuma prova concreta".

A diretoria do Atlético ficou insatisfeita com o evento em meio a uma pandemia. O vice-presidente do Galo, Lásaro Cândido da Cunha, chegou a cobrar respeito - clique aqui e leia mais.

Nota de Gabriel Andreada enviada à imprensa

É importante esclarecer que a “festa” que todos citam foi um jantar de aniversário em um restaurante que funciona regularmente, não em uma casa de festa. Estiveram presentes amigos próximos e familiares que já convivem juntos. Como todos sabem, ninguém participa de um jantar de máscara, mas seguimos todos os cuidados de distanciamento como sempre acontece em nossas reuniões entre a comissão técnica. É fundamental deixar claro que não há nenhuma comprovação de que o vírus tenha se espalhado nesse encontro, já que nenhum dos familiares presentes apresentaram testes positivos. Lamento que haja um julgamento e condenação sem nenhuma prova concreta. A comissão técnica está preocupada com a situação e trabalhando duro para tentar minimizar os efeitos das baixas na equipe.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade