Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Quando o descanso não é bem-vindo

Cruzeiro e América definem hoje, no Gigante da Pampulha, quem irá para a final do Mineiro. Caso não se classifique, o Coelho ficará três semanas sem partidas oficiais. Já a Raposa, duas


postado em 06/04/2019 05:09

Mano Menezes só teve ontem para definir quem vai pro jogo e conta com o apoio da torcida para empurrar o time à final. Já o técnico Givanildo Oliveira reafirmou que o América tem condições de superar o Cruzeiro e que o objetivo é ser campeão(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Mano Menezes só teve ontem para definir quem vai pro jogo e conta com o apoio da torcida para empurrar o time à final. Já o técnico Givanildo Oliveira reafirmou que o América tem condições de superar o Cruzeiro e que o objetivo é ser campeão (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
 

Os maiores clubes brasileiros costumam reclamar do aperto do calendário. Mas Cruzeiro e América se enfrentam hoje, às 19h, no Mineirão, para definir quem não terá folga nas próximas semanas. O jogo vale vaga na decisão do Campeonato Mineiro e a Raposa, por ter melhor campanha e vencido o jogo de ida, no Independência, por 3 a 2, se classifica até com derrota por um gol de diferença.

No caso celeste, a maratona tem sido pesada. O time já soma 20 partidas no ano e entrará em campo pela oitava vez nos últimos 29 dias, incluindo compromissos pela Copa Libertadores.

Nem por isso os cruzeirenses pensam em descansar. A intenção é ir à final do Estadual, acrescentando mais dois jogos, nos dois fins de semana seguintes, no calendário, entremeados por partidas da competição continental – na quarta-feira, receberá o Huracán-ARG e no dia 23 visita o Deportivo Lara, na Venezuela.

Além dos jogos, há o desgaste das viagens, como a feita a Guayaquil, no Equador, onde venceu o Emelec por 1 a 0, esta semana. A delegação só desembarcou no aeroporto de Confins por volta das 22h de quinta-feira e o técnico Mano Menezes só teve ontem para definir os atletas em condições de estar em campo hoje – apenas os que não jogaram na quarta-feira treinaram ontem e a palavra da fisiologia será a de maior peso na decisão da comissão técnica.

Apesar do cansaço, a animação é total para seguir na briga pelo bi do Mineiro. E, para isso, os celestes contam com a China Azul. “Precisamos muito do apoio de nosso torcedor. É ele quem vai dar o empurrão que a equipe precisa, que vai dar a força que a gente, às vezes por desgaste físico, não tem. Com o apoio do torcedor lotando o Mineirão, aí poderemos, sim, chegar à final do Mineiro”, afirmou o técnico Mano Menezes.

No caso de não conseguir seguir no Mineiro, o time terá 14 dias sem jogos a partir de quinta-feira e já começaria a pensar, também, no Campeonato Brasileiro, no qual estreia dia 27, contra o Flamengo, no Maracanã.

Os celestes, porém, preferem seguir na maratona, até por contarem com muitos jogadores de qualidade. “Nosso grupo é muito qualificado”, disse o atacante Fred.

FAÇANHA No América, não é só o desejo de estar na final que está em jogo, mas também o fato de que se o time não chegar à decisão, somente voltará a campo no dia 27, contra o Operário-PR, na casa do adversário, na estreia da equipe na Série B do Brasileiro. Isso significa dizer que o time ficará sem atuar por três semanas.

O técnico Givanildo Oliveira diz que seria muito ruim se a eliminação acontecesse. “Se ainda estivéssemos na Copa do Brasil, teríamos jogos no meio de semana. Mas não queremos deixar que a eliminação aconteça. Temos condições de vencer, e tem de ser por dois gols de diferença. Vamos lutar para isso. Queremos ser campeões.”

Para o zagueiro Diego Jussani, a partida de hoje é tudo ou nada. “Uma derrota significará que não saberemos mais quando ou se iremos jogar antes do dia 27. Estaríamos nos perguntando quando será o próximo jogo. Não quero nem pensar em não estarmos em campo no domingo da semana que vem. Por isso, digo que esse é o jogo de nossas vidas.”

O zagueiro diz também que o Coelho passa por uma grande mudança para que tenha essa confiança. “Por exemplo, nossa equipe de hoje é muito diferente da que iniciou o Mineiro. Nosso time, naquela época, concluía mais, pois ficávamos mais no campo do adversário. Hoje isso não acontece, também porque o nível dos adversários nessa fase é superior. Mas temos algo novo, que começou no domingo e que espero que seja de grande auxílio para chegar à final: as bolas paradas. Não tínhamos feito gol em consequência de bolas paradas. No domingo foram duas, uma proveniente de escanteio e outra de falta. Espero, que assim, possamos surpreender o Cruzeiro e estar na decisão do título.”
 
  
FICHA TÉCNICA
Cruzeiro X América
Cruzeiro: Fábio; Edílson (Orejuela), Dedé, Leo (Murilo) e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Lucas Silva), Robinho (Rafinha), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred
Técnico: Mano Menezes
América: Fernando Leal; Leandro Silva (Ronaldo), Paulão, Diego Jussani e João Paulo; Zé Ricardo, Christian (Juninho) e Matheusinho; Marcelo Toscano, Júnior Viçosa e Felipe Azevedo (Jonatas Belusso)
Técnico: Givanildo Oliveira
Jogo de volta das semifinais do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Horário: 19h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Anderson José de Moraes Coelho
Árbitro de vídeo: Marcelo de Lima Henrique
TV: Pay-per-view
Cruzeirenses pendurados: Orejuela e Robinho
Americanos pendurados: Paulão, Juninho e Júnior Viçosa


ESTRELADAS...

DNA PRIVILEGIADO
O atacante João Mendes, de 14 anos e filho do craque Ronaldinho Gaúcho, assinou contrato de formação com o Cruzeiro. O acordo vale até 21 de fevereiro de 2025, um dia antes de o jovem completar 20 anos. “Tenho um carinho muito grande pelo clube. Os treinos são muitos bons, a estrutura é muito boa (...) Só tenho a agradecer à diretoria pela confiança que vem dando (…) Sonho um dia assinar o contato profissional com o Cruzeiro, fazer um gol no Mineirão lotado e dedicar à torcida. Pegar a bola pela direita, pedalar para dentro e chapar no ângulo do goleiro”, disse João.

FALA, PEDRO ROCHA!
“O Cruzeiro, na minha opinião, tem o elenco mais qualificado do Brasil. Vem demonstrando isso com a melhor campanha no Brasil. Como disse, venho para somar, acredito que é uma boa dor de cabeça para o Mano Menezes e sua comissão técnica”
Pedro Rocha, novo reforço celeste, durante sua apresentação na Toca da Raposa II


Americanas...

ATACANTE EM ALTA
Belusso vem ganhando pontos com Givanildo, em especial depois do gol que marcou no domingo, o segundo na derrota por 3 a 2 para o Cruzeiro, no primeiro jogo das semifinais, e também nos treinos da semana. Num dos treinos da semana, por exemplo, houve empate em 1 a 1 entre titulares e reservas. Belusso, que começou no time B, fez 1 a 0. Depois foi trocado para o time A, e voltou a marcar, empatando o coletivo.

ERROS
A derrota para o Cruzeiro na primeira partida ocorreu, segundo o treinador americano, pelos erros cometidos por sua equipe, em especial os de marcação, no segundo tempo, quando o adversário marcou duas vezes. “Perdemos porque cometemos dois erros bobos, em especial no terceiro gol do Cruzeiro. Eles também erraram, no segundo gol nosso, mas erramos mais e isso não pode acontecer.” Por isso, em todos os treinos da semana, o treinador se preocupou mais com a parte defensiva. “Temos de marcar gols e não sofrer nenhum.”

LEANDRO SILVA E JUNINHO
O lateral-direito Leandro Silva e volante Juninho, que desfalcaram o América no primeiro jogo da semifinal contra o Cruzeiro, podem reaparecer hoje. Os dois jogadores estão concentrados com o restante da equipe. Leandro Silva, inclusive, participou dos dois últimos dias de treinos. Já Juninho não foi a campo, fazendo apenas fisioterapia e exercícios musculares.


Publicidade