Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Novo general na área

Com pedido de permissão para assumir o posto a Leandro Donizete, Igor Rabello chega com a experiência de quem já disputou a Pré-Libertadores e a vontade de seguir em frente na competição


postado em 10/01/2019 05:05

Na temporada em que disputa novamente a Copa Libertadores, o Atlético vem se preparando nos bastidores para ter uma equipe experiente para ir o mais longe possível na competição. No atual grupo de 33 jogadores que trabalham diariamente na pré-temporada na Cidade do Galo, 13 já participaram de pelo menos uma edição do torneio, vencido em 2013 pelo clube, que tem no time cinco campeões daquela época: o goleiro Victor, os zagueiros Réver e Leonardo Silva, o volante Lucas Cândido e o meia-atacante Luan.

Além de Réver, outro contratado pelo Galo que já atuou pela competição é o zagueiro Igor Rabello, de 23 anos, que foi apresentado ontem pela manhã e vestiu pela primeira vez a camisa alvinegra. Ele se junta aos volantes Adílson, Elias e Lucas Cândido, aos laterais Patric e Fábio Santos, ao armador Cazares e aos atacantes Ricardo Oliveira e Chará, que também tiveram a chance de jogar a Libertadores.

Apesar da pouca idade, Rabello tem no currículo a experiência de ter encarado duas eliminatórias pela fase preliminar com o Botafogo em 2017, dificuldade que o alvinegro de Minas terá de encarar a partir do mês que vem. O defensor enfrentou duas pedreiras – Colo Colo e Olimpia, dois campeões continentais. Agora, o jogador sabe que o Atlético precisa mostrar sua força desde o primeiro duelo: “Jogo de mata-mata todos sabem como é. É vida ou morte. Não pode faltar vontade e dedicação e sei que o grupo vai ter o máximo. Em 2017, com o Botafogo, terminamos com a disputa de pênaltis contra o Olimpia. Sei da dificuldade que é e vamos nos doar ao máximo para não passar por isso e nos classificar”.

A estreia do time de Levir Culpi na próxima Libertadores será contra o Danubio, em 5 de fevereiro, às 19h15, em Montevidéu. O jogo de volta será em Belo Horizonte, uma semana depois. Caso passe de fase, a equipe jogará um segundo mata-mata, contra Bolívar, Defensor ou Barcelona-EQU, para finalmente poder ser uma das que estarão no Grupo E – ao lado de Nacional-URU, Cerro Porteño e Zamora-VEN.

Depois de passagem expressiva pelo Botafogo, Igor Rabello optou por defender o Atlético para justamente ter a chance de jogar outra Libertadores. Com exceção do Galo, outros clubes que sondaram o zagueiro foram Corinthians e Santos, que ficaram fora da competição em 2019 (jogarão apenas a Copa Sul-Americana). “A expectativa em 2019 é maravilhosa, pois temos muitos campeonatos no ano e temos um grupo forte e unido para disputar títulos. O interesse do Atlético e o meu interesse em jogar uma Libertadores pelo clube foram o ideal para minha vinda para Minas. Estamos muito confiantes em sair com vitórias e conquistas.”

GENERAL O zagueiro chegou em Minas sendo chamado pela torcida atleticana de “General”, apelido que ganhou depois que comemorou um gol batendo continência à torcida do Náutico, em 2016. Em tom de brincadeira, ele fez um pedido ao volante Leandro Donizete, campeão da Copa Libertadores de 2013 e que tinha o mesmo apelido. “O ‘General’ surgiu no Náutico. Eu tinha visto uma comemoração do Emerson, que jogou aqui no Atlético, e fiz a comemoração. O apelido pegou e levei para o Botafogo. Vou pedir ao Donizete para passar a permissão para que eu possa ser o General do Galo.”

 

À espera de Emerson

O lateral-direito Emerson deve se juntar ao grupo do Atlético assim que terminar a participação da Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub-20, no Chile. Apesar de o jogador ter ficado sem férias, a intenção da comissão técnica é de que ele fique à disposição para o jogo de volta da fase preliminar da Libertadores, contra o Danubio, em 12 de fevereiro, às 19h15, no Independência. Caso o Brasil avance até o hexagonal final da competição, seu último jogo está previsto para o dia 10.

 

Copinha

O Atlético precisa de um empate com o Água Santa hoje, às 15h30, em Diadema, para passar de fase na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Líder do Grupo 29, o time mineiro conquistou 100% de aproveitamento depois de vencer Aquidauanense-MS (2 a 0) e Jacobina-BA (5 a 1). Na preliminar, os sul-mato-grossenses tentam garantir a vaga contra os baianos, já eliminados e com duas derrotas.

 

E mais...

Retorno próximo

10dias

é a expectativa de o volante Gustavo Blanco, que passou por cirurgia ano passado, ser liberado para treinar com o grupo. Ele já está fazendo a preparação física

 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade