Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Acompanhamentos

Farofa de feijão-fava

Receita fornecida por Maria das Dores, de Grão Mogol: (38) 3238-1287


postado em 17/07/2007 09:10

(foto: Beto Novaes)
(foto: Beto Novaes)

Ingredientes:

- 1 colher (sopa)de colorau

- Meio quilo defeijão-fava

- 250 g de toucinho picado

- 1 copo (americano)de farinha de mandioca

- 5 ovos

- 1 colher (sopa) dealho amassado

- Meio pimentão picado em pedaços pequenos

- Sal a gosto

- Cheiro verde

- 2 litros e meio de água

- 3 cebolas médias picadas

Ondeficar:

Hotel Beira Rio (38) 3238-1257

Pousada do Eet (38) 3238-1541

Curiosidades:

Da terra

- Quadros feitos com flores sempre-vivas são destaques do artesanato de Grão Mogol. Há também peças feitas em cerâmica, capim dourado e cipó-da-serra. As obras são produzidas pela Associação Grãomogolense dos Artesãos. Contato: (38) 3238-1390

Modo de Preparo:

Lavar o feijão-fava e deixá-lo coberto com água por 20 minutos. Escorrer e cozinhá-lo, com dois litros e meio de água, na pressão, por 20 minutos. Em uma vasilha, pôr o cheiro verde, o sal, a cebola, o pimentão, a farinha de mandioca e o feijão-fava sem o caldo. Misturar e reservar. Fritar o toucinho em uma colher (sopa) de óleo, alho e sal, até dourar. Reservar. Fritar, na mesma gordura, quatro ovos, misturá-los e pôr o colorau.

Abaixar o fogo e despejar o feijão-fava com os temperos. Mexer e temperar a gosto. Espalhar o torresmo sobre a farofa. Cozinhar o ovo restante, cortá-lo em fatias e decorar.

Veja também a receita de Farofa de feijão-andu



Farofas de maria das dores são garantia de sustança

(foto: Beto Novaes)
(foto: Beto Novaes)

Em Grão Mogol, o dia parece ter mais de 24 horas, pois muitos moradores exercem diversas atividades ao mesmo tempo. Maria das Dores Pereira Alcântara é uma dessas pessoas cheia de afazeres. Além de boa cozinheira, cuida do filho portador de necessidades especiais, trabalha com costura e crochê, é artesã e ainda oferece a casa como hospedagem para turistas. Ufa! Tanta disposição só poderia ter segredos.

"O que me dá sustança sãos pratos de feijão-andu e feijão-fava." Segundo ela, esses tipos de feijão, típicos do Norte de Minas, são, além de mais saborosos, ricos em ferro e ideais para melhor qualidade de vida. E já que saúde é o que não lhe falta, ela vai para o fogão preparar os pratos que, acompanhados de boa cachaça, fazem qualquer um perder o juízo. De tão gostosas, as farofas de andu e fava podem ser degustadas como se fossem tira-gostos.

A turma aprova e a panela fica cada vez mais vazia. "Esses feijões são mesmo deliciosos", palpita Janjão, marido de Maria das Dores. Segundo ele, a mulher é mesmo especial. "Eu não a troco nem mesmo por duas de vinte anos", brinca. Assim que acaba a comilança, Maria das Dores corre para a máquina de costura: "Tenho um vestido de noiva para fazer e algumas toalhas para bordar. Voltem em um dia mais calmo, para a gente pôr a prosa em dia."

Promessa feita, os viajantes seguem viagem, agora pelas estradas asfaltadas.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade