Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Entradas

Empada de massa fina

Receita fornecida por Maria Efigênia Carneiro Torres, de Paracatu: (38) 3671-8868


postado em 26/08/2009 08:30

(foto: Jair Amaral)
(foto: Jair Amaral)

Ingredientes:

Para a massa

- 1 kg de farinha de trigo

- 3 ovos

- 3 colheres (sopa) de banha de porco

- 3 colheres (sopa) de margarina

- Sal a gosto

- 600 ml de água

Para o recheio

- 1 kg de coxa e sobrecoxa de frango

- 500 g de peito de frango

- 1 kg de batatas picadinhas

- 1 vidro de azeitonas picadas

- 1 lata de ervilha

- 1 pão francês picado e molhado no leite

- Cheiro-verde a gosto

- 1 colher (sobremesa) de açafrão

- 1 colher (sobremesa) de colorau

- Tempero a gosto

- 1 cebola grande picadinha

- 2 colheres (sopa) de óleo

Para finalizar

- 1 ovo batido com leite

Material

- Forminhas em inox para empadinhas, no tamanho desejado

- 1 cilindro para abrir a massa

Saudável:

- As altas temperaturas de Paracatu são um convite para se refrescar com sucos e lanches naturais, servidos no Açaí do Cerrado. A casa oferece as mais diversas combinações de polpas com frutos da região, contando com uma linha de sucos terapêuticos, energéticos e especiais. O ambiente também é um item de destaque. Contato: (38) 3671-4135.

Modo de Preparo:

Para a massa, misturar os ingredientes, deixando por último a água. Amassar até dar o ponto, obtido quando a massa começa a se soltar das mãos. Deixar descansar por 30 minutos. Para o recheio, refogar todo o frango, o tempero, o colorau, o açafrão e a cebola no óleo. Quando começar a dourar, cobrir com água e deixar cozinhar. Retirar o frango e usar a água para cozinhar as batatas. Desfiar o frango e misturar a ervilha, a azeitona, o pão amolecido, o cheiro-verde e as batatas cozidas e escorridas.

Separar a massa em duas partes. Abrir uma parte em um cilindro, de modo que fique com uma espessura bem fina. Pôr as forminhas em fileira e cobrir com a massa aberta, afundando de modo que encaixe nas fôrmas. Retirar o excesso de massa e juntar à outra parte. Pôr quantidades iguais de recheio em cada forminha. Abrir a outra parte da massa e pôr por cima das forminhas. Cortar uma por uma, acertando com as mãos, de modo que fiquem fechadas.

Pincelar o ovo batido com leite por cima de cada uma e levar para assar por 30 minutos.



Especialmente única

(foto: Jair Amaral)
(foto: Jair Amaral)

O doce de Araxá, o queijo do Serro, o requeijão do Norte de Minas. Há iguarias que se tornaram a imagem de suas cidades de origem e chega a ser pecado não experimentá-las em visita a tais lugares. Na gastronomia de Paracatu, a empadinha de massa fina é uma das grandes estrelas. Uns garantem não haver lugar no mundo onde se coma uma empadinha feita desta maneira. E o salgadinho é realmente especial.

Diferente das empadinhas de massa podre, comumente preparadas em outras partes do estado, a de Paracatu tem a capa fininha e macia. Combinada ao recheio, a massa chega molhada à boca, produzindo uma sensação capaz de deixar qualquer paladar enlouquecido. Uma das quitandeiras que as prepara com maestria é Maria Efigênia Carneiro Torres, ou dona Tena, que acumula 20 anos de experiência na profissão. Ela conta que a receita lhe foi ensinada pelas tias, que, por sua vez, aprenderam com as gerações anteriores, e assim por diante.

Dona de uma pousada na Bahia, Tena é grata às empadinhas, que a ajudam a conquistar tudo o que quer na vida. Os salgados também são alegria dos seis netos, que formam, com aqueles que tiveram a sorte de provar a iguaria, uma legião de admiradores.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade