UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Ciro e Tebet cruzam agendas em Salvador: 'Adversário não é inimigo'

Os pré-candidatos à presidência defenderam uma disputa amigável nas eleições deste ano


02/07/2022 12:45 - atualizado 02/07/2022 12:59

Simone Tebet e Ciro Gomes em Salvador
Pré-candidatos Simone Tebet e Ciro Gomes se encontram em campanha em Salvador neste sábado (2/7) (foto: Patrícia Cruz/Divulgação)
Pré-candidatos à presidência nas eleições deste ano, Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) se encontraram na manhã deste sábado (2/7). Ambos com agenda em Salvador no dia da "Independência da Bahia", os políticos registraram o momento e compartilharam nas redes sociais defendendo uma disputa amigável e o fortalecimento da democracia. 
 
Ciro chegou nesta sexta-feira (1°/7) à capital baiana, para um encontro com o prefeito da cidade, Bruno Reis (União). Do mesmo modo, a representante da terceira via (MDB, PSDB e Cidadania), Simone Tebet, também desembarcou ontem para visitar as obras sociais de Irmã Dulce.

Já neste sábado, os dois cruzaram os caminhos no Centro Histórico de Salvador. “Como se fosse um encontro casual no carnaval baiano, abracei @simonetebetbr e  @freire_roberto centro histórico de Salvador. O 2 de Julho é um banho de democracia! Uma maravilhosa folia política que só pode ocorrer mesmo na Bahia”, escreveu o ex-governador do Ceará.



Tebet também compartilhou o momento em suas redes sociais e ressaltou que “adversário não é inimigo”. “Democracia e civilidade. O Brasil precisa de tolerância e respeito”, afirmou.


Dificuldades

Maior colégio eleitoral do Nordeste, com 10,5 milhões de eleitores, a Bahia tem características que a diferenciam de outras unidades da Federação quando o assunto é eleição. Os pré-candidatos ao governo local apoiados pelos presidenciáveis que polarizam a disputa nacional não vão bem nas pesquisas, lideradas por ACM Neto.
 

Ciro, porém, tem esperança de aproximar o PDT da candidatura do ex-prefeito. Há duas semanas, disse que "a nossa intenção é apoiar ACM Neto, achamos que é melhor para a Bahia".

Tebet também enfrenta dificuldades para montar palanques no estado. O MDB é da base do atual governador, o petista Rui Costa, e é aliado do PT na disputa estadual. Apesar de o diretório baiano dar apoio formal à senadora, uma ala subirá no palanque de Lula.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade