UAI
Publicidade

Estado de Minas PETROBRAS

Bolsonaro sobre Silva e Luna: 'Precisava de alguém mais profissional'

De acordo com o presidente, demissão no comando da Petrobras aconteceu porque a empresa não usa da transparência sobre o aumento dos combustíveis


11/04/2022 15:00 - atualizado 11/04/2022 15:25

Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro (PL): "Tudo cai no meu colo na questão da Petrobras" (foto: Isac Nóbrega/PR)
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta segunda-feira (11/4), que preferiu demitir Joaquim Silva e Luna, da Petrobras, porque precisava de alguém “mais profissional” na presidência da empresa. A declaração foi dada durante entrevista a um podcast dos Irmãos Dias. 


“Eu acho que a gente precisava, dos motivos principais, de alguém mais profissional lá dentro para poder dar transparência”, disse o presidente.

Segundo o chefe do Executivo federal, a Petrobras não usa “seu marketing”. “Ela não fala.”

“O que eu falei para vocês aqui, era para a Petrobras estar falando. Fica no meu colo. Tudo cai no meu colo na questão da Petrobras. Eu não apito nada e cai no meu colo”, afirmou o presidente.

Silva e Luna foi demitido após autorizar vários aumentos de preços dos combustíveis.

LEIA TAMBÉM: 
Petrobras anuncia redução no preço do botijão de gás; veja qual o valor


Bolsonaro segue mantendo pressão na empresa, que controla o mercado brasileiro e implementou ajustes constantes seguindo o preço internacional do petróleo bruto, como determina a sua política de preços, o que impulsionou a inflação, prejudicial para a popularidade do presidente, que buscará a reeleição em outubro.

Até fevereiro, os preços dos combustíveis tiveram alta de 33% em 12 meses, segundo dados oficiais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade