UAI
Publicidade

Estado de Minas CORRIDA AO GOVERNO MINEIRO

Pacheco recebe Kalil, Agostinho Patrus e Alexandre Silveira em Brasília

Segundo o presidente do Senado, o PSD está unido e caberá aos pré-candidatos 'a missão principal de apresentar um grande projeto para Minas'


01/04/2022 16:20 - atualizado 01/04/2022 16:37

Agostinho Patrus, Alexandre Kalil, Rodrigo Pacheco e Alexandre Silveira
Presidente do Senado recebeu correligionários para debater a formação de chapa para corrida ao governo mineiro (foto: Rodrigo Pacheco/Reprodução)

Pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil, do Partido Social Democrático (PSD), foi a Brasília nesta sexta-feira (01/04) se reunir com o presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco, também pessedista, sobre as estratégias para a eleição deste ano. O encontro ocorreu um dia após o Partido Socialista Brasileiro (PSB) convidar o ex-prefeito de Belo Horizonte para se filiar à sigla.

Kalil e Pacheco debateram as estratégias para a eleição deste ano. A despeito da tentativa do PSB de atrair o pré-candidato, o senador deu a entender que a mudança não vai ocorrer. 

"O PSD se fortalece. Estamos unidos", disse.

A versão foi corroborada por um interlocutor de Kalil, que garantiu à reportagem que, mesmo ante a tentativa dos pessebistas, o pré-candidato ao governo permanece no PSD.

O ex-prefeito viajou com o deputado estadual Agostinho Patrus (PV), presidente da Assembleia Legislativa e favorito a ocupar o posto de vice-candidato na chapa de Kalil. Como mostrou ontem o Estado de Minas, o parlamentar já havia sinalizado que aceita a oferta para compor com Kalil.

O senador Alexandre Silveira, presidente do PSD em Minas Gerais, também participou do encontro. 

"A eles [Kalil, Agostinho e Silveira], pré-candidatos nas próximas eleições, caberá a missão principal de apresentar um grande projeto para Minas", afirmou Pacheco.

Silveira, citado por Pacheco como pré-candidato, vai tentar renovar o mandato de senador. Ele tem assento parlamentar desde fevereiro deste ano, quando Antonio Anastasia renunciou para dar assumir uma cadeira no Tribunal de Contas da União (TCU).

Cartada final do PSB por Kalil

Ontem, Alexandre Kalil almoçou com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. A janela partidária, prazo para que políticos troquem de partido antes da eleição, se fecha nesta sexta.

Siqueira viajou a Belo Horizonte para auxiliar na montagem das chapas que o partido pretende levar às disputas estadual e federal. Ele conversou, também, sobre questões ligadas à cúpula local socialista.

Os pessebistas têm o desejo de apoiar Kalil. O partido negociou para formar uma federação com PT, PCdoB e PV, mas não vai compor a coalizão, em vias de ser oficializada. O grupo também deve caminhar ao lado do ex-prefeito belo-horizontino.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade