UAI
Publicidade

Estado de Minas PARTIDO DOS TRABALHADORES

Lula visita MG em fevereiro, diz Pimentel, 'convocado' para tentar a Câmara

Ex-governador, que deve tentar cadeira de deputado federal neste ano, esteve em São Paulo para conversar com o líder petista


28/01/2022 14:51 - atualizado 28/01/2022 15:28

O ex-presidente Lula, de camisa vermelha, e o ex-governador Fernando Pimentel, de camisa escura
Pimentel esteve com lula em terras paulistas nesta semana (foto: Fernando Pimentel/Redes Sociais)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nome do PT à corrida de 2022 ao Palácio do Planalto, deve visitar Minas Gerais na primeira quinzena de fevereiro. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (28/1) pelo também petista Fernando Pimentel, governador do estado entre 2015 e 2018. Eles estiveram juntos ontem, em São Paulo (SP).

"Falamos sobre Minas e o Brasil, as carências do nosso país e a necessidade de reafirmar a democracia, o Estado de Direito e as demandas sociais. Lula confirmou que deverá estar em Minas Gerais na primeira quinzena de fevereiro", disse Pimentel, em seu perfil no Facebook.

Petistas chegaram a acenar com a possibilidade de um grande evento com Lula em Minas Gerais. A hipótese de um ato na Praça da Estação, em Belo Horizonte, foi aventada. O avanço da variante Ômicron da COVID-19, porém, freou os planos.

Pimentel, por sua vez, segundo apurou o Estado de Minas, já havia sido "convocado" por Lula para tentar uma vaga na Câmara dos Deputados. Ele está afastado da vida pública desde que passou a chave do Palácio Tiradentes a Romeu Zema (Novo).

O ex-presidente da República busca nomes para fortalecer a base petista em caso de novo governo. A avaliação é que Pimentel tem experiência por causa de sua atuação nas três esferas do poder Executivo.

Além de governador, ele foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e prefeito de Belo Horizonte. Em 2010, quando Lula foi sucedido por Dilma Rousseff, Pimentel chegou a tentar ir ao Senado Federal, mas acabou derrotado.

"Nunca tivemos tanto motivo para lutar e acreditar na força do povo brasileiro", afirmou o ex-governador, de novo visual, com barba e cabelos grisalhos.

Visita adiada em 2021


Recentemente, Lula chegou a preparar uma caravana por Minas. O périplo estava previsto para setembro do ano passado, mas acabou desmarcado. Pesquisa divulgada ontem por XP/Ipespe aponta o político do PT com 44% das intenções de voto; Jair Bolsonaro (PL) está em segundo, com 24%.

Ainda não há definição sobre o que o PT fará em Minas Gerais. Há defesa por não descartar a possibilidade de apoio prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se ele resolver se candidatar a governador. Interlocutores do partido avaliam que a conjuntura local e nacional, tendo em vista a necessidade de se opor a Zema e Bolsonaro, pode "empurrar" Kalil para o palanque de Lula.

Paralelamente, outros tentam emplacar pré-candidatura própria ao governo. O prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira, é um dos nomes postos. O ex-prefeito de Betim, Jésus Lima, também tenta um movimento do tipo, mas internamente é visto como alguém de menos força.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade