UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Moro sobre Bolsonaro: 'Postura antivacina foi longe demais'

Ex-juiz e ex-ministro usou redes para criticar presidente, que resiste em implementar exigência de vacinação contra a COVID para entrada de visitantes no país


01/12/2021 09:13 - atualizado 01/12/2021 10:03

Ex-juiz Sérgio Moro usou as redes sociais para criticar o presidente Jair Bolsonaro, de quem foi ministro da Justiça
Ex-juiz Sérgio Moro usou as redes sociais para criticar o presidente Jair Bolsonaro, de quem foi ministro da Justiça (foto: Sergio Lima/AFP )
O ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro (Podemos), possível candidato a presidente da República em 2022, usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira (1º/12) para criticar o presidente Jair Bolsonaro (PL). "A postura antivacina do presidente já foi longe demais. Estamos falando de vidas humanas", escreveu o ex-juiz e ex-ministro do governo Bolsonaro.



Com a nova cepa do coronavírus, batizada de Ômicron, a Anvisa encaminhou ao governo, em 12 de novembro, notas técnicas recomendando que, nas fronteiras terrestres e aéreas, o Brasil passe a exigir dos visitantes, tanto o teste negativo de COVID quanto um certificado de vacinação contra o vírus.

Campanha


Moro se filiou ao Podemos recentemente sem adiantar se será ou não candidato a presidente da República. Especula-se, ainda, que ele poderá disputar uma vaga ao Senado pelo Paraná.


A partir desta quinta-feira (2/12), Moro lança, primeiramente em Curitiba, seu livro, batizado 'Contra o sistema da corrupção'. Na obra, que será lançado, posteriormente em outras cidades brasileiras, ele relata sua atuação na força-tarefa que coordenou, a operação Lava-Jato, que o fez ficar conhecido nacionalmente e o levou para o governo Bolsonaro na condição de 'super-ministro'.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade