UAI
Publicidade

Estado de Minas REDES SOCIAIS

Justiça determina que Freixo apague post contra Flávio Bolsonaro

Deputado Marcelo Freixo acusou filho do presidente de cometer os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção


22/11/2021 17:10 - atualizado 22/11/2021 17:29

Montagem de fotos do deputado Marcelo Freixo e do senador Flávio Bolsonaro
Marcelo Freixo e Flavio Bolsonaro (foto: REDES SOCIAIS/REPRODUÇÃO)
A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta segunda-feira (22/11), que o deputado federal e líder da minoria da Câmara, Marcelo Freixo (PSB-RJ), exclua um post feito nas redes sociais sobre o senador e filho “01” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ).

Caso Freixo não apague o post, ele terá de pagar multa diária de R$ 50 mil.

A defesa de Flávio Bolsonaro requereu a concessão da tutela de urgência para que as publicações fossem excluídas imediatamente, mas a magistrada entendeu que apenas a foto deveria ser retirada. Ou seja, de acordo com a decisão da juíza, a legenda pode ser mantida.

No post, o deputado acusa Flávio de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção. Na foto, o senador aparece segurando uma placa citando todos seus supostos crimes. Na legenda, Freixo diz que o destino do filho do presidente é na cadeia. “Dele e de toda a família”, disse.
 
 
 
A magistrada entendeu que a postagem ultrapassa os limites da liberdade de expressão.
 
“Se a publicação realizada se limitasse ao comentário da legenda, entendo que protegida pela liberdade de expressão. A montagem, contudo, não se confunde – e não se adequa – à liberdade de manifestação, expressão e direito de crítica, ainda que se trate de deputado federal, protegido pela imunidade parlamentar. Num ambiente político maduro, as informações não podem se basear em montagens fictícias e inverídicas, como se verdadeiras fossem, mas decerto pela informação clara, verdadeira e de interesse público”, afirmou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade