UAI
Publicidade

Estado de Minas INQUÉRITO DAS FAKE NEWS

Foragido, Allan do Santos chama Alexandre de Moraes de 'psicopata'

Blogueiro bolsonarista está foragido desde 21 de outubro, quando o ministro, relator do Inquérito das Fake News no STF, determinou sua prisão


22/11/2021 16:04 - atualizado 22/11/2021 16:28

Blogueiro Allan dos santos com fones no ouvido durante entrevista à Jovem Pan
Blogueiro Allan dos Santos está foragido nos Estados Unidos desde 21 de outubro (foto: Reprodução/Jovem Pan)
Foragido, o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos voltou a atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Em entrevista à Jovem Pan News, nesta segunda-feira (22/11), Allan disse que o ministro é "psicopata e tirano”.
“Tem que confiar em juízes. Quais juízes? Alexandre de Moraes? Eu não confio nem a pau. Ele impôs um sistema de terrorismo psicológico. Cadê os humoristas, que não fazem mais piadas com o Moraes?”, perguntou. “É dessa censura que ninguém está falando. O cara me odeia, quer que eu vá para o inferno? Beleza. Ele não pode, em sã consciência, defender o fechamento de um órgão porque ele não gosta daquele órgão”,disse. 

Allan está foragido nos Estados Unidos desde 21 de outubro, quando Moraes, que é relator do Inquérito das Fake News no STF, determinou sua prisão. O mandado de prisão está listado na Interpol.

Segundo  o blogueiro, no inquérito, nada é sorteado. “Cai no colo do Alexandre de Moraes, ele mesmo decide. O Moraes, hoje, é um tirano. Ele decide o que quiser e não tem a quem recorrer.”

Ainda de acordo com Allan dos Santos, o Terça Livre, canal do qual era dono, foi censurado e por isso encerrou suas atividades. “Tem que sair da mão desse psicopata.”

“Está tudo no colo do Moraes e ele está gostando disso. Todo psicopata gosta de achar que tem poder. É um tirano que está ali fazendo o que quer e nenhum ministro pode chegar ali e parar o cara. Agora, psicopata tem medo de opinião pública.”

O inquérito das fake news apura a divulgação de notícias falsas e de ataques a integrantes da Corte, mirando na ação de milícias digitais que atuam contra a democracia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade