UAI
Publicidade

Estado de Minas TRANSFOBIA

Salão acusado de transfobia contra Duda Salabert pede desculpas

A vereadora foi até o salão em busca de uma manutenção de sobrancelhas. Ao chegar lá, não recebeu o procedimento por ser uma mulher trans


26/10/2021 15:36 - atualizado 26/10/2021 15:50

DUDA SALBERT
Duda Salabert, vereadora (foto: FACEBOOK/Reprodução)
O salão de beleza Ana Araujo, localizado em um shopping do Centro de Belo Horizonte, pediu desculpas para a vereadora Duda Salabert (PDT) após ser acusado de transfobia. Na nota, o salão diz “repudiar” ações como essa.
 
 
A vereadora foi até ao salão em busca de uma manutenção de sobrancelhas. Ao chegar lá, ela não pode receber o serviço, porque as funcionárias falaram que não poderiam fazer o procedimento em um “homem”. 

Duda ainda tentou se explicar, dizendo que era uma mulher trans, e por isso, poderia receber o procedimento. Mas as funcionárias do local insistiram no fato de que ela não era uma mulher.
 
 

A vereadora ainda compartilhou que mesmo depois que a direção do shopping foi acionada, o salão manteve a posição.

Com a grande repercussão, o salão soltou uma nota. “Viemos por meio deste post pedir desculpas pelo ocorrido. Nós, do salão, repudiamos esse tipo de ato e todas as providências já estão sendo tomadas para que esse tipo de ato não ocorra mais”, disseram.

Confira a nota completa aqui:


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade