UAI
Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

'Governo assentiu com a morte de brasileiros', afirma Renan Calheiros

Senador ainda acusou Bolsonaro de agir deliberadamente para atrasar a compra de vacinas contra a COVID-19


20/10/2021 13:09 - atualizado 20/10/2021 13:45

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) faz um resumo do relatório final da CPI da Covid durante reunião nesta quarta-feira, 20. O parecer de Renan responsabiliza diretamente o presidente Jair Bolsonaro pelo descontrole da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

O relatório deve ser votado no próximo dia 26 e ainda poderá sofrer alterações, após sugestões de senadores. Para Renan, o governo foi omisso e agiu de forma "não técnica e desidiosa" no enfrentamento da pandemia, expondo "deliberadamente" a população ao risco de infecção.

O senador ainda acusou Bolsonaro de agir deliberadamente para atrasar a compra de vacinas contra a COVID-19. "Com esse comportamento o governo federal, que tinha o dever legal de agir, assentiu coma morte de brasileiras e brasileiros", disse Renan, para quem 120 mil mortes poderiam ter sido evitadas com a antecipação das doses.

 

Senador Renan Calheiros
Para Renan, o governo foi omisso e agiu de forma 'não técnica e desidiosa' no enfrentamento da pandemia (foto: Edilson Rodrigues/Senado)
 

 

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Leia também:  Entenda como funciona uma CPI


O que a CPI da COVID investiga?

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade